Tite elogia comandados após nova vitória e diz não pensar na Argentina

Segundo treinador, os atletas precisam seguir jogando bem em seus clubes para apresentarem atuações consistentes na Seleção

Tite elogia comandados após nova vitória e diz não pensar na Argentina
"Humanamente, eu não tenho condições de projetar nada", diz Tite, sobre confronto com a Argentina (Foto: Mateus Schuler/VAVEL Brasil)

A Seleção Brasileira engatou, na noite dessa segunda-feira (11), sua quarta vitória seguida sob o comando do técnico Tite. O ex-Corinthians assumiu uma Canarinho inconsistente em meados de junho deste ano e, quase quatro meses depois, a levou à liderança das Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo de 2018. São quatro jogos e quatro vitórias desde então.

Tite fez questão de dividir os méritos da vitória sobre a Venezuela com seus comandados, e enfatizou a importância de os jogadores mantém a boa fase em seus clubes.

Eu falei para eles: ‘vou trabalhar bem aqui e vocês arrebentem nos seus clubes’, assim vamos conseguir ter um futebol consistente e de qualidade. Mesmo com adversidade do campo e a qualidade do meio para frente conseguimos nos sair bem”, afirmou.

É um conjunto da obra, se não tiver atletas de qualidade não adianta botar qualquer que seja o técnico que possa potencializar. A essência é a qualidade dos jogadores”, acrescentou.

O treinador analisou a atuação do setor ofensivo do Brasil contra os venezuelanos. Segundo Tite, a Seleção precisa manter um modelo de jogo para que a equipe continue desempenhando bom futebol.

A ideia é manter um padrão dentro e fora de casa. Às vezes não dá em jogos de alto nível. Sendo melhor em boa parte do jogo, a possibilidade de ganhar é muito maior, logo a busca tem que ser desde o início”, observou.

Por fim, Tite garantiu que ainda não está pensando na Argentina. O Brasil enfrenta os “hermanos” no dia 10 de outubro, no Mineirão, em Belo Horizonte/MG, em confronto válido pela 11ª rodada das Eliminatórias.

Humanamente, eu não tenho condições de projetar nada. Eu estava planejando este jogo, a busca de resultados em condições adversas. Eu sei como vocês [imprensa] se prepararam para estar aqui, perdem horas de sono, alimentação. Nós também. É o ritmo, o estado do gramado. É o enfrentamento, em um ritmo de competitividade alta”, pontuou.