Oswaldo de Oliveira comemora triunfo do Sport: "Uma vitória como essa serve de motivação"

O técnico do Leão enalteceu a atuação do Sport contra o Santa Cruz e projetou a sequência do Campeonato Brasileiro

Oswaldo de Oliveira comemora triunfo do Sport: "Uma vitória como essa serve de motivação"
Foto: Ney Gusmão/VAVEL Brasil

O Sport venceu pela primeira vez no Campeonato Brasileiro Série A. Mas não foi qualquer vitória, o clube bateu o rival Santa Cruz fora de casa por 1 a 0, gol solitário de Edmílson. Para melhorar o ambiente, ainda encerraram a sequência de invencibilidade do tricolor.

Com gol de Edmilson, Sport bate Santa Cruz no Clássico das Multidões e deixa lanterna

Oswaldo de Oliveira venceu pela primeira vez à frente do Sport. Foram 38 dias e sete jogos sem vitória. O resultado positivo alivia um pouco a pressão, mas não encerra por completo, já que o time ainda está na zona da degola.

Em entrevista coletiva concedida após a vitória, o técnico rubro-negro projetou a sequência do clube: “A gente vinha buscando um jogo como esse, trabalhando pra isso, tentando convencer os jogadores de alguns princípios. Agora, não podemos oscilar. Tem que manter o padrão.

Procurar na próxima partida continuar evoluindo, fazer ainda melhor, para a equipe ter estabilidade e poder, do alto da confiança, repetir grandes jogos e vencer. Uma vitória como essa sempre serve de motivação e resplandece uma condição muito melhor para continuarmos o trabalho”, disse.

O técnico também falou sobre o rival, que estava na parte de cima da tabela antes da derrota por 1 a 0: “O Santa Cruz é um rival como todos os outros 18 do campeonato. Lógico que, por ser do estado, tem uma representatividade maior, há um elemento motivacional. Além disso, é um grande time, que foi campeão do Nordeste e Pernambucano vencendo a final contra a gente, além de estar fazendo uma campanha maravilhosa, com um trabalho sensacional do Milton Mendes (técnico). Mas há o fato da maneira como nós nos comportamos. Criamos várias oportunidades e não me lembro de nenhuma defesa importante do Magrão.

Nós temos treinado bastante, mas com esse intervalo de jogo e com o desgaste que sofremos, tivemos que fazer um treino invisível, como dizia um treinador antigo. Foi um treino teórico. Mostramos o nosso jogo passado e o Santa Cruz. Tudo que precisávamos corrigir. Ia ficar muito triste se me crucificassem porque o time não treinou com bola”, ressaltou Oswaldo.

O Leão segue na zona de rebaixamento, é o 18º colocado com quatro pontos. A próxima partida será contra o Atlético-MG no domingo (5).