Em preparação para jogo contra Botafogo, Rogério é poupado de treino no Sport

Jogador apresentou alto índice de desgaste muscular e foi preservado pela equipe médica, mas não preocupa para jogo do fim de semana; ainda assim, Oswaldo de Oliveira segue mistério quanto às peças que precisam ser modificadas

Em preparação para jogo contra Botafogo, Rogério é poupado de treino no Sport
(Foto: Williams Aguiar/Sport Recife)

O Sport segue a preparação para o duelo contra o Botafogo. O jogo será realizado às 21 horas do próximo sábado (20), no Estádio Municipal Mário Helênio, em Juiz de Fora/MG, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. No início dos treinamentos da semana, o técnico Oswaldo de Oliveira ganha preocupações para definir a equipe titular, uma vez que os desfalques no time principal são consideráveis.

Além da lesão de Diego Souza por duas semanas, o meia Rodney Wallace recebeu o terceiro cartão amarelo está suspenso. Além disso, a ausência no treino desta terça-feira (16) foi o atacante Rogério. Um dos principais destaques nesta fase de ascensão rubro-negra, o jogador foi preservado pelo departamento médico por apresentar forte desgaste muscular, o que poderia acarretar em uma lesão.

"Dos atletas que atuaram contra o Flamengo, Rogério foi o que apresentou mais desgaste. Por isso, decidimos segurar um pouco, mas, nesta quarta-feira (17), ele já treina normalmente", explicou o diretor-médico do Sport, Cléber Maciel.

Embora não tenha indicado possíveis substitutos para as ausências já certas, Oswaldo de Oliveira tem opções certas para o seu elenco. No lugar de Rodney Wallace, os dois laterais-esquerdos de ofício podem ser utilizados. Renê é mais antigo no time e foi titular por longo tempo, enquanto Mansur ainda espera para disputar a primeira partida com a camisa rubro-negra.

Para formar a dupla de volantes com o ídolo leonino Rithely, Serginho retorna de suspensão automática. Porém, Paulo Roberto estreou como titular na última rodada e agradou à comissão técnica. Até o fim da semana, o comandante terá que optar por um atleta, de olho na manutenção do esquema tático.

No meio de campo, a tendência é que Gabriel Xavier seja escalado na função de Diego Souza, enquanto Éverton Felipe e Rogério atuam nos lados do campo, além de Edmilson atuar como centroavante. Outra possibilidade é a entrada de Clayton. Independente da forma que entre em campo, Gabriel Xavier afirma que a confiança do elenco pode ajudar nesse momento a suprir as ausências ocorridas de modo forçado.

"Essa série invicta nos traz muita confiança. A gente vinha trabalhando muito nos treinos para diminuirmos nossos erros e estamos conseguindo isso jogo a jogo. Essa vitória sob o Flamengo, no primeiro jogo do segundo turno, sem dúvida foi muito importante, pois queríamos começar muito bem esse returno. A lesão faz parte da nossa carreira e acaba interrompendo a sequência, mas voltar a jogar 100% recuperado e poder ajudar a equipe dentro da minha função na equipe é muito satisfatório", falou o meia.