Auxiliar Zinho exalta novo arranjo tático no Vasco: "Jovens sustentam um esquema mais veloz"

Zinho na lateral do campo, Nenê ajeitando cabelo, zagueiro fazendo gol de centroavante e quatro suspensos para próxima partida: esse foi o Vasco que reencontrou a vitória na Série B

Auxiliar Zinho exalta novo arranjo tático no Vasco: "Jovens sustentam um esquema mais veloz"
Zinho que esteve no comando do time neste sábado (Foto: Divulgação/Vasco)

O Vasco da Gama voltou a ser o dono da festa. Neste sábado (9), em São Januário, o time cruz-maltino venceu o Brasil de Pelotas por 2 a 0 e manteve o isolamento na liderança da Série B do Brasileirão. São 31 pontos do time carioca, enquanto o segundo colocado, Atlético-GO tem 29 pontos. A partida diante o xavante foi comandada pelo auxiliar técnico Zinho, uma vez que o treinador Jorginho foi expulso no último jogo, contra o Avaí.

Em entrevista coletiva na sala de imprensa após o jogo, o ex-jogador Zinho disse que Jorginho devia ter ficado muito nervoso e agitado por acompanhar a partida de longe. Ele também elogiou muito o compromisso de trabalho de seu companheiro. “Ele é apaixonado pelo que faz. Jorginho é um cara que eu admiro, confio como treinador. Se não fosse bom treinador, eu não ia querer ser auxiliar dele. O considero como um dos melhores treinadores do futebol brasileiro”.

O grupo teve uma semana de preparação para este jogo. A comissão técnica teve um trabalho de recuperação dos jogadores e observou um possível esquema tático que foi colocado em prática nesta noite. O Vasco entrou em campo com os jovens Henrique e Caio Monteiro, que sustentaram um esquema mais veloz. De acordo com o auxiliar Zinho, esta foi uma escolha mais pontual para esta específica partida, porém se tornou uma opção de desarticulação do adversário.

Com o camisa 10 sendo mais presente, o atacante Nenê fez o primeiro gol e participou da jogada do segundo, de Luan, o Vasco teve melhor qualidade de jogo e os lances ensaiados também tiveram sucesso. Zinho disse na coletiva que fazia tempo, o qual não comandava times, porém não sentiu a diferença, pois há liberdade no trabalho com Jorginho. O auxiliar também revelou que que a ajeitadinha no topete antes da cobrança de falta de Nenê, sinalizava que a bola iria para a segunda trave.

A dupla de técnicos que retorna no jogo contra a Luverdense no próximo sábado (16), às 18h30 (Brasília), em Lucas do Rio Verde, terá dificuldade para a escalação. São quatro os jogadores que atuam como titular e estarão fora da partida, o lateral Madson, o zagueiro Rodrigo, o meia Andrezinho e o atacante Nenê, cumprirão suspensão pelo terceiro cartão amarelo. “É fundamental ter elenco, vai acontecer cartão, contusão. Temos que contar com todos os atletas. Foi muito bom testar essa formação sem Leandrão e Jorge Henrique”, disse Zinho. Contudo, estes dois, além do goleiro Martín Silva retornam para a equipe na próxima partida da Série B.