Após vitória contra o Bragantino, Vasco precisa de dois pontos para garantir o acesso

Diferença de cinco pontos para o quinto colocado, a duas rodadas do fim, ameniza tensão que pairou sobre São Januário nas últimas semanas

Após vitória contra o Bragantino, Vasco precisa de dois pontos para garantir o acesso
Estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)- Fotos: Nelson Costa/Vasco.com.br

O título da Série B já não pode mais ser conquistado, porém, a volta do Vasco à elite do futebol nacional está muito perto de ser concretizada. Após a vitória contra o Bragantino, por 2 a 1, a equipe cruzmaltina viu a distância para o quinto colocado voltar a ser confortável e depende apenas de si para dar fim a apreensão de ainda não ter garantido o acesso.

A vitória na última rodada não apaga a péssima campanha que a equipe fez no segundo turno da Série B. Após terem conseguido ampla vantagem na liderança, os cariocas viram o nível de suas atuações cair consideravalemente e passaram a conviver com alguns revezes em partidas que seriam consideradas pouco complicadas em outros tempos. 

Nenê voltando a ser protagonista e evolução de Thalles 

O Camisa 10 vascaíno é a grande estrela da equipe desde o final da última temporada, porém, parece ter sentido o cansaço ocasionado pelo longo e desgastante período na Série B. Após longo jejum, Nenê voltou a marcar contra o Bragantino e ainda deu a assistência para o gol de Thalles, mostrando por que é o principal nome ofensivo do Vasco.

Quando questionado sobre a possibilidade da equipe não conseguir o acesso e a queda de rendimento durante a competição, Nenê foi objetivo e respondeu: "Nós nunca duvidamos de que voltaríamos, mas queríamos estar numa situação mais confortável. Com o time que nós temos, tínhamos que ter subido antes, mas aconteceu o que aconteceu. Os resultados começaram a não vir mais".

Além da recuperação de Nenê, o Vasco também vem contando com a boa fase de Thalles. O atacante marcou gols importantes nas últimas partidas e, além disso, teve atuações dignas do tempo quando era tratado como uma das maiores promessas da base cruzmaltina.

"Estava sofrendo muito pelo momento. Sou vascaíno desde pequeno, estou no clube desde 2006. Estava muito triste. Agora, temos uma semana de trabalho para sacramentar a subida para a Série A em Criciúma", disse o jovem atacante quando perguntado sobre a má fase da equipe.

Ainda sobre Thalles, Jorginho fez questão de exaltar as boas atuações de seu jogador, frisando no potencial que enxerga no mesmo. 

"Eu dei os parabéns ao Thalles pelo gol, é claro, mas também pela entrega dele. O vi fazendo papel de zagueiro, dando carrinho, o que não é a característica dele. Ele voltou, está se doando pelo Vasco da Gama. Está de parabéns. Sabemos do potencial desse jogador, que se se concentrar um pouco mais vai ter uma carreira brilhante", disse o comandante vascaíno.

Últimos compromissos 

Nas duas últimas rodadas da competição, a equipe enfrentará o Criciúma, fora de casa, e o Ceará, em São Januário. Uma vitória já garantiria matematicamente o acesso e o mesmo só não será concretizado se o Vasco não conseguir somar ao menos mais dois pontos, e Náutico ou Londrina vencerem as duas partidas que ainda disputarão.