Mancini não culpa horário por derrota do Vitória: "Se é ideal ou não, é outra questão"

Treinador também comentou sobre erros individuais e novos reforços para a equipe

Mancini não culpa horário por derrota do Vitória: "Se é ideal ou não, é outra questão"
Ney Gusmão/Vavel Brasil

Na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o Vitória foi até Recife enfrentar  o Santa Cruz. Ambos os clubes acabam de voltar a série A, o Vitória depois de dois anos e o santinha após dez. Os times haviam feito o último duelo da série B de 2015 também no mesmo estádio, onde o tricolor saiu com a vitória e o segundo lugar da competição. Hoje a cobra coral venceu mais uma vez, agora com direito a goleada e mostra que segue embalado depois dos títulos da copa do nordeste e do campeonato pernambucano.

Já o Vitória que nem participou da competição regional, também venceu seu estadual e vinha tendo um bom inicio de ano, mas começou com pé esquerdo a mais importante competição nacional. Porém o treinador Vagner Mancini disse que o time apesar da atuação abaixo do esperado, não foi tão mal assim e que a goleada foi construída por conta de erros em momentos que não poderiam acontecer.

“Não posso dizer que o time fez um mau jogo, dominamos boa parte. A gente teve as melhores ações. Mas, infelizmente, erros individuais que não via há tempos acabaram sendo determinantes para que perdêssemos o jogo, que deveria ser pelo menos um empate. Estávamos melhores na partida, fizemos um gol, tivemos chance de empate. O Santa já estava fechado, tentando jogar somente no contra-ataque. Mas aí veio o lance do terceiro gol e, em seguida, o quarto. A gente lamenta, fica chateado, mas é o primeiro jogo do campeonato. Serviu para que a gente visse uma série de coisas, que serão bem analisadas”, analisou o técnico.

Manicni também foi perguntado se o horário atrapalhou o time e preferiu fugir do tema. “Acho que o Vitória suportou muito bem o jogo. Enquanto dominou, teve mais disposição e força física do que o Santa Cruz. Não posso falar do horário. Se é o horário ideal ou não, é outra questão. Mas o Vitória sabia que ia jogar nesse horário, assim como o Santa Cruz jogou. Não podemos falar de forma alguma disso”, comentou.

Ele agora tem quatro dias para recuperar o time pro próximo confronto, pela copa do Brasil, onde enfrenta a Portuguesa no barradão. E pra finalizar, comentou sobre possíveis novas contratações. – “Nós já falávamos isso antes do jogo, que seria necessário a vinda de mais gente. Perdemos de 4 a 1 por erros individuais, mas não é para virar uma flecha ou arma contra a diretoria, exigindo jogadores. Tem que ter calma. As coisas aqui foram feitas, até agora, de forma muito coerente. Não é em cima de um resultado que vamos entrar em desespero. Óbvio que a gente sente, lamenta, sabe que o torcedor saiu chateado. Nós também. Mas precisamos ter muita calma, tranquilidade e coerência. Assim, a gente vai realinhar o Vitória”, concluiu.