Vágner Mancini e Diego Renan lamentam empate após ficar em vantagem duas vezes

Leão domina a partida, mas cede empate para visitante e deixa escapar a vitória

Vágner Mancini e Diego Renan lamentam empate após ficar em vantagem duas vezes
Mancini lamentou empate sofrido em casa (Foto: Divulgação/EC Vitória)

O empate do Vitória de 2 a 2 diante do Santa Cruz teve um gosto amargo para o time baiano, neste domingo, 14, no estádio do Barradão, pela 20ª rodada do Brasileirão. O Leão esteve à frente por duas vezes e dominou a maior parte do jogo, mas deixou escapar os três pontos.

"Quando a gente tinha o domínio das ações, o Vitória pouco sofreu no jogo, teve mais oportunidades do que o Santa Cruz, mais volume de jogo, a não ser quando o Santa Cruz empatou e que aí é óbvio que houve uma descarga emocional em cima do nosso time. Mas de uma maneira muito simples, o fato da gente analisar dessa forma não quer dizer muita coisa. O Vitória fez um bom jogo, melhor do que o Santa Cruz e permitiu por duas vezes, em lances isolados", analisou o técnico Vágner Mancini durante a coletiva.

"A gente teve muita oportunidade de fazer gol até no primeiro tempo. Estava 1 a 0 ainda e tivemos umas duas ou três oportunidades e infelizmente não conseguimos fazer. No segundo tempo a gente voltou e conseguimos fazer o segundo gol, ficar a frente e infelizmente acabamos tomando o empate. Mas a gente tem que ter consciência que precisamos melhorar e não podemos perder pontos em casa. Temos que ter tranquilidade e saber que precisamos corrigir algumas coisas e que a briga continua", disse o lateral Diego Renan após o o jogo.

O Vitória se mantém na 14ª colocação na classificação com 23 pontos ganhos, apenas dois à frente da zona de rebaixamento. O rubro-negro encara o Corinthians na próxima rodada, segunda-feira, 22, às 20h, na Arena Corinthians em São Paulo.