Vitória brasileira diante do Uruguai anima "nova safra" e rende elogios de Falcão

Craque da camisa 12 celebra vitória em Belo Horizonte, ressalta confiança nos jovens que compõem o novo ciclo canarinho e deixa recado: "Espero que abracem a seleção"

Vitória brasileira diante do Uruguai anima "nova safra" e rende elogios de Falcão
Falcão garantiu continuidade na seleção brasileira por mais um ano (Foto: Matheus Adler/VAVEL Brasil)

A vitória do Brasil, sobre o Uruguai, por 3 a 2, na manhã deste domingo (20), em Belo Horizonte, pelo Desafio Internacional de Futsal, foi muito além do placar. Mostrou que a confiança da seleção após a eliminação precoce no Mundial de Colômbia está voltando. Muito disso se deve ao "novo ciclo" canarinho, com nomes como Marcel e Leandro Lino.

A dupla mostrou nesta manhã que o futuro da seleção está em boas mãos. O Brasil, que perdia por 1 a 0 até o início do segundo tempo, virou a partida com um gol de letra de Falcão, enquanto Lino marcou o segundo após uma bela jogada individual. A partida contou também com a garra de Marcel, que, de carrinho, estufou a rede.

Após a partida, Falcão falou sobre o momento de transição da seleção. O camisa 12 garantiu que irá vestir a camisa verde e amarela por mais um ano, mas, que nesse período, irá trabalhar para passar tranquilidade aos novos jogadores. O craque também fez um apelo para que a torcida abrace o futsal, valorizando os novos atletas.

"Nosso esporte, é um esporte de poucos ídolos. Hoje, domingo de manhã, quantas pessoas não sentam no sofá para ver o Falcão jogar? Eles não têm que ver o Falcão jogar. Eles precisam ver o Marcel jogar, assim como o Leandro Lino e toda a seleção brasileira. Sempre foi muito bom para mim, mas em breve estou me retirando e é importante a torcida identificar estes jogadores", declarou Falcão.

O camisa 12 ainda deixou um recado aos novos jogadores canarinhos: "Que a nova safra peça passagem, que eles cheguem como a minha safra. A gente espera que nessa transição os jogadores abracem a seleção brasileira e possam criar um vínculo com a torcida, que é o mais importante", concluiu.

E a torcida mineira, por exemplo, adotou Leandro Lino. O camisa 7, que esbanjou habilidade em quadra, foi muito requisitado para fotos após a partida. O jogador celebrou a evolução contínua atuando com a camisa do Corinthians, onde também atua Marcel. Muito elogiado por Falcão, Lino, que assistia o camisa 12 pela televisão, exaltou seu "tutor": "Estar com ele aqui é gratificante. Ele nos passa confiança, nos elogia. É a realização de um sonho", disse o ala.