Estados Unidos supera favoritismo da Austrália pelo Grupo B do Hóquei feminino

Norte-americanas surpreenderam tricampeã Austrália em um jogo intenso, pelo Grupo B de hóquei feminino

Estados Unidos supera favoritismo da Austrália pelo Grupo B do Hóquei feminino
Foto: Divulgação / Official USA Field Hockey
Austrália
1 2
Estados Unidos
Austrália : RACHEL LYCH; EMILY SMITH, KATHRYN SLATTERY, GEORGIE PARKER, JANE CLAXTON; GEORGINA MORGAN, MADONNA BLYTH, KARRI MCMAHON, JODIE KENNY; CASEY SABLOWSKI, BROOKE PERIS.
Estados Unidos : JACKIE BRIGGS; LAUREN CRANDALL, KATHLEEN SHARKEY, KATELYN FALGOWSKI, MICHELLE KASOLD; KATIE BAM, KATIE REINPRECHT, JULIA REINPRECHT, RACHEL DAWSON; KELSEY KOLOJEJCHICK, MELISSA GONZALEZ.
Placar: 0-1, MICHELLE VITTESE. 0-2, MIN. 41, CAITLIN SICKLE. 1-2, MIN. 42, KATHRYN SLATTERY.
ÁRBITRO: CARTÃO VERDE: MADONNA BLYTH (MIN. 23, 2TH). JANE CLAXTON (MIN. 37, 3TH). CARTÃO AMARELO: GEORGIE PARKER (MIN. 40, 3TH). MADONNA BLYTH (MIN. 42, 3TH).
INCIDENCIAS: QUARTA PARTIDA DO GRUPO B DE HÓQUEI SOBRE GRAMA FEMININO, NOS JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016. JOGO REALIZADO NO CENTRO OLÍMPICO DE HÓQUEI, ÀS 10H.

No Centro Olímpico de Hóquei, a numerosa campeã Austrália enfrentou os Estados Unidos pelo Grupo B do hóquei de grama feminino, na Olimpíada Rio 2016. Esta foi a quarta partida da fase preliminar.

De um lado, a Austrália que tem três medalhas de ouro, conquistados nas olimpíadas de Seul 1988, Atlanta 1996 e Sydney 2000; bicampeã mundial e seis vezes vencedora do Troféu dos Campeões; do outro, os Estados Unidos que teve sua melhor conquista nas olimpíadas de Los Angeles em 1984, saindo com a medalha de bronze. Mesmo com o histórico a favor da seleção australiana, as norte-americanas surpreenderam e com um placar apertado saíram com a vitória.

O primeiro período foi bem movimentado, com chances boas para os dois lados, tornando um jogo equilibrado. Mas, sem grandes emoções, ninguém abriu o placar.

No segundo período, com poucas ações no jogo, a Austrália teve uma chance de abrir o placar aos 26 minutos com um córner curto, mas a goleira americana fez uma ótima defesa.

Após perder a melhor oportunidade de sair na frente, as australianas pagaram pelo erro, e deixaram os Estados Unidos marcar o primeiro gol com Michelle Vittese.

O terceiro período começou com tudo, logo aos 33 minutos os Estados Unidos perdeu um arremesso com Julia Reinprecht.

Aos 35 minutos, a Austrália teve mais uma oportunidade de pontuar com um corner curto, mas a goleira americana Jackie Briggs brilhou mais uma vez. Joie Kenny perdeu a chance de converter.

Depois dos 35 minutos de jogo, o terceiro período esquentou, as duas equipes criaram chances boas. Os Estados Unidos teve dois arremessos perdidos com Kelsey Kolojechick.

No finalzinho do terceiro tempo, aos 40 minutos, os Estados Unidos teve a oportunidade de ampliar o placar, mas a jogadora Michelle Vittese perdeu a cobrança de córner curto.

Logo depois, aos 41 minutos, o jogo deu mais uma chance, e desta vez Caitlin Sickle aumentou o placar para as americanas. Com 42 minutos, os Estados Unidos teve mais um corner curto marcado, mas a jogadora perdeu a cobrança. E assim como se fosse uma versão australiana do primeiro gol do jogo, após o erro das americanas, Kathryn Slattery marcou para a Austrália, diminuindo a desvantagem.

O quarto e último período foi muito disputado, com corners curtos e arremessos perdidos para os dois lados. O jogo continuou movimentado até o final, mas o placar que já havia sido definido no terceiro período, não sofreu mudança. A partida acabou em um surpreendente 2 a 1 para os Estados Unidos.