Espanha vence e complica situação da Nova Zelândia no Grupo A do hóquei masculino

Com um placar apertado, Espanha bateu o jovem time da Nova Zelândia e tornou classificação dos neozelandeses praticamente impossível

Espanha vence e complica situação da Nova Zelândia no Grupo A do hóquei masculino
Foto: Agencia EFE
Nova Zelândia
2 3
Espanha
Nova Zelândia : DEVON MANCHESTER; KANE RUSSELL, BLAIR TARRANT, SHEA MACALEESE, NIC WOODS; RYAN ARCHIBALD, BLAIR HILTON, SIMON CHILD, JAMES COUGHLAN; HUGO INGLIS, NICK WILSON.
Espanha: QUICO CORTES; SERGI ENRIQUE, MIGUEL DELAS, PAU QUEMADA, DAVID ALEGRE; ROC OLIVA, ANDRES MIR, XABI LLEONART, SALVADOR PIERA, JOSEP ROMEU.
Placar: 1-0; 1TH, SIMON CHILD. 1-1, 1TH, ALEX CASASAYAS. 1-2, 1TH, ROC OLIVA. 2-2, 2TH, SIMON CHILD. 2-3, 4TH, XAVI LLEONART.
ÁRBITRO: CARTÃO VERDE: VICENC RUIZ (MIN. 8, 1TH). MANEL TERRAZA (MIN. 13, 1TH). HAYDEN PHILLIPS (MIN. 38, 3TH). BRADLEY SHAW (MIN. 39, 3TH). CARTÃO AMARELO: BLAIR HILTON (MIN. 44, 59, 3TH, 4TH). SERGI ENRIQUE (MIN. 58, 4TH).
INCIDENCIAS: SÉTIMO JOGO DO HÓQUEI SOBRE GRAMA MASCULINO, PELO GRUPO B. PARTIDA REALIZADA NO CENTRO OLÍMPICO DE HÓQUEI, ÀS 10H.

No Complexo Esportivo de Deodoro, a Nova Zelândia entrou em jogo contra a Espanha, pela sétima partida do Grupo A de Hóquei sobre Grama masculino, nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Nos confrontos anteriores, a Nova Zelândia perdeu de 2 a 1 para a Austrália e empatou em 2 a 2 com a Grã-Bretanha. Já a Espanha estreou com goleada sobre a Seleção Brasileira em um 7 a 0, seguido de um placar bem menos generoso contra a Austrália, 1 a 0. Com um placar apertado e um jogo emocionante, a Espanha conseguiu a vitória sobre a Nova Zelândia, que ainda não venceu na competição.

Os neozelandeses têm 11 participações em Olimpíadas, jogando desde 1956, ficaram na briga apenas uma vez, conquistando uma medalha de ouro em  Montreal em 1976. Por possuir uma equipe mais jovem que a Espanha, entrou no jogo pensando em apostar nisso para vencer. A Espanha por sua vez subiu ao pódio por quatro vezes, mas ainda não buscou o sonhado ouro; conquistou a prata em Moscou em 1980, Atlanta em 1996 e Pequim em 2008 e o bronze em Roma em 1960.

Foi ainda no primeiro período que o placar se abriu no Centro Olímpico de Hóquei. A Espanha saiu na frente com um gol de Roc Oliva. Mas a Nova Zelândia esboçou reação logo em seguida.

Com gol de Simon Child, a Nova Zelândia buscou eliminar a desvantagem ainda no primeiro tempo: 1 a 1, dois minutos depois.

Após o empate, a Espanha foi para cima e novamente voltou a ficar na frente. Com gol de Alex Casasayas, 2 a 1 para os espanhóis. 

Os primeiro e segundo períodos do jogo se assemelharam, com bastante chances e córners curtos perdidos principalmente pela seleção da Espanha.

Aos 29 minutos, faltando pouco para acabar o segundo período, a Nova Zelândia voltou para a partida empatando o placar com Simon Child marcando novamente, em uma cobrança de corner curto.

No terceiro tempo o placar não sofreu alterações. Nova Zelândia e Espanha perderam cobranças de penalty, mas não conseguiram desempatar a partida.

Faltando apenas um minuto para acabar o quarto período e consecutivamente o jogo, a Espanha fez o gol da vitória com Xavi Lleonart, que comemorou emocionado com os companheiros.

Essa foi a segunda derrota da Nova Zelândia que ainda não venceu na competição, sua classificação agora fica bem mais difícil.