Shogun retorna ao octógono em sua cidade natal na busca de dias melhores no UFC

O ex-campeão dos meio-pesados volta para a competição contra o novato Corey Anderson neste sábado, em Curitiba

Shogun retorna ao octógono em sua cidade natal na busca de dias melhores no UFC
Shogun é o atual oitavo no ranking dos meio-pesado (Foto: Getty Images)

Após nove meses longe do octógono, Mauricio “Shogun” Rua fará seu retorno em sua cidade natal, Curitiba. O lutador entrará em combate com o campeão do TUF 19 Corey Anderson no card do UFC 198 que acontecerá na capital paranaense neste sábado (14), na Arena da Baixada. Shogun é o oitavo colocado no ranking dos meio-pesados e sua ultima luta foi em agosto de 2015, quando venceu Rogério “Minotouro” no UFC 190.  

A luta deste sábado foi confirmada uma semana após Rua lesionar o joelho e abandonar o combate contra Rashad Evans, que seria disputado em abril. Apesar do pouco tempo de recuperação, o empresário do lutador declarou que ele estava pronto para o card em Curitiba “Mauricio sofreu uma lesão, não era gravíssima e nem precisa de cirurgia, mas o tirava dos treinamentos em uma parte crucial do camp para lutar em abril e isso atrapalharia demais o condicionamento. (...) Mas conversamos com toda a equipe e para o público de Curitiba será muito legal ter um filho ilustre da cidade participando desse evento histórico”.

O ex-campeão dos meio-pesados declarou achar esse card “o melhor de todos os tempos” e contou que sua equipe, que conta com Fabricio Werdum, chegou a Curitiba duas semanas antes da competição para treinar. Perguntado sobre as projeções para o futuro, Shogun afirmou que está focado na luta de sábado “eu não penso no cinturão. Penso apenas no Corey Anderson”.

Em treino aberto realizado nessa terça-feira (11), Shogun comentou sobre o fato de lutar em sua cidade natal “tem esse lado bom de lutar na sua cidade, onde você nasceu. Comecei a minha carreira aqui. Do outro lado, é um peso a mais. É uma pressão a mais. Mas não penso nisso. Penso só no lado bom”.

O atleta falou também sobre os fãs “é pura adrenalina sentir um pouco deste calor humano da galera. Sábado vai estar uma coisa gigantesca. Estou feliz com a energia da galera e, se Deus quiser, vou rumo à vitória”.

Sobre a saída de Anderson Silva do card, Shogou disse o que pensava “acho que o Anderson é uma grande lenda do esporte, com certeza é uma pena pro evento tudo isso. O evento continua sendo o melhor dos últimos tempos, na minha opinião. A galera vai gostar muito do show que vai ver sábado”.

O adversário de Rua será Corey Anderson, um lutador em ascensão no UFC com bons números – perdeu apenas um dos seis combates disputados. No total na carreira, fez nove lutas, com oito vitórias e uma derrota. Atualmente vem de três vitórias seguidas, contra Jan Blachowicz, Fábio Maldonado e Tom Lawlor, todas por decisão unânime dos juízes.

O fato foi notado por Shogun quando perguntado sobre o oponente “é um atleta novo, um estrategista. Gosta de levar a luta até o final, vencer por pontos, é um cara perigoso, completo, merece respeito”, avaliou Rua. Essa pode ser a oportunidade para Anderson entrar no Top 10 e firmar-se no UFC.

Para Shogun, a luta é importante manter-se no topo. Vindo de um longo tempo longe do octógono, o atleta precisa mostrar que, mesmo sem disputar o cinturão ainda, está em forma. Além disso, Rua faz parte de uma das divisões mais disputadas do UFC e a vitória seria o retorno perfeito para continuar fazendo história.