Jacaré - Belfort: O que os atletas precisam para chegar a uma disputa de cinturão

Visando a disputa de cinturão dos medios, os dois atletas têm motivos de sobra para querer enfrentar o atual campeão Luke Rockhold

Jacaré - Belfort: O que os atletas precisam para chegar a uma disputa de cinturão
Brasileiros estão muito próximas de uma disputa de cinturão. Foto: Divulgação/UFC

Neste sábado (14), Curitiba recebe o UFC 198. O evento vai contar com grandes estrelas que representam o Brasil no MMA. Lutadores como Vitor Belfort, Shogun e Fabricio Werdum vão marcar presença no card, que também contava com Anderson Silva, porém o Spider teve que ser retirado devido a um problema estomacal. Entre os duelos, um chama a atenção por ser protagonizado por dois brasileiros que estão perto do title shot: Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré. 

O confronto entre os dois brasileiros vai ser a segunda mais importante do evento. Ambos atletas estão muito próximos da disputa de cinturão do peso médio devido ao saldo extremamente positivo em suas últimas respectivas lutas. Belfort, que já foi campeão da categoria de cima, os meio pesados, vem de (mais) uma vitória sobre Dan Henderson. Antes disso, foi derrotado para o então campeão Chris Weidman. Vitor chegou a esta disputa após uma sequência de triunfos sobre Michael Bisping, Luke Rockhold e Dan Henderson. 

Já Ronaldo Jacaré teve uma grande oportunidade perdida recentemente, no UFC 194. Vindo de uma sequência de cinco vitórias no Ultimate, o brasileiro precisava passar sobre Yoel Romero para conseguir a chance de disputar o cinturão na luta seguinte. Porém, em uma luta aquém do esperado e em um resultado controverso, Jacaré perdeu por pontos em decisão dividida dos juízes, vendo assim seu sonho adiado.

Um detalhe interessante no duelo entre Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré está ligado ao atual campeão da categoria: Luke Rockhold. Os dois brasileiros têm uma "história" com o americano.  Vitor Belfort deu boas vindas a Luke aplicando um nocaute memorável na estreia de Rockhold no UFC, em evento realizado no Brasil em maio de 2013.

Desde então, o atual campeão provoca Vitor com grande frequência, ligando a derrota ao fato de Belfort ter "trapaceado", visto que passava por tratamento de reposição hormonal. Mesmo após passar por vários adversários e conquistar o cinturão, Luke Rockhold ainda mantém a vontade de ter uma revanche, chegando a falar isso publicamente em uma entrevista. 

Por outro lado, Jacaré tem más lembranças. No Strikeforce - evento de MMA que foi extinto - o brasileiro era o detentor do cinturão dos médios e perdeu o título de campeão justamente para Luke Rockhold em decisão unânime dos juízes. Desde então, Jacaré evoluiu e conseguiu uma sequência de oito vitórias consecutivas, considerando as lutas do Strikeforce e do UFC, até ser parado por Romero.

Portanto, Dana White e os irmãos Fertitta têm motivos de sobra para promover o brasileiro vencedor do duelo deste sábado em uma luta valendo cinturão. Além de considerar as evidentes habilidades dos dois, é possível trabalhar facilmente o marketing da luta e a certeza de que vai haver trashtalk, algo tão desejado pelas pessoas que comandam o Ultimate e por grande parte dos fãs de MMA. 

Algo valorizado por todos é a exibição dentro do octógono. Independetemente da luta ser encerrada por nocaute, finalização ou decidida por pontos, se os atletas fizerem uma boa apresentação, a tendência é que do confronto saia o próximo desafiante ao cinturão, visto que apenas Chris Weidman está à frente dos dois no ranking do UFC, porém o americano já vai ter sua chance no UFC 199. Os demais atletas que vêm atrás de Jacaré e Belfort no ranking ou vêm de derrotas, ou já tiverem chance contra Luke ou ainda não conseguiram vitórias convincentes e expressivas a ponto de disputar o cinturão. 

Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré fazem uma luta de extrema importância e que provavelmente vai valer a chance de disputar o cinturão da categoria dos peso médios no UFC. Sábado promete.