Após vencer Rory MacDonald, Stephen Thompson deseja disputar cinturão da categoria

Depois da sétima vitória seguida, Thompson quer disputar o cinturão da categoria.

Após vencer Rory MacDonald, Stephen Thompson deseja disputar cinturão da categoria
Stephen Thompson bate Rory MacDonald em luta diferente do esperado

Depois de vencer Rory MacDonald por decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45 e 48-47), pelo UFC Ottawa, Stephen Thompson quer enfrentar o vencedor da luta entre Robbie Lawler e Tyrion Woodley pelo UFC 201, dia 30 de Julho em Atlanta, Georgia.

"Quero a disputa de cinturão. Quero enfrentar o vencedor da luta entre Robbie Lawler e Tyron Woodley em Nova York.", disse Thompson.

Conhecido por ser um lutador que costuma nocautear seus adversários, Thompson teve que mudar sua estrátegia para triunfar diante de MacDonald. "Eu esperava entrar e usar meu movimento para acertar alguns golpes, mas assim que nos encontramos no primeiro round e entramos numa postura, vi logo que seria tático. Ele me surpreendeu com as entradas de chave de calcanhar voadora e vi que eu não podia atacar da forma que eu queria."

Mesmo faltando algumas semanas para o UFC 201, o Wonderboy já disse quem prefere enfrentar. "Eu preferia enfrentar o Robbie Lawler, e acho que ele vai vencer. Ele tem se mantido ativo, o Tyron Woodley está parado há um tempo, talvez esteja um pouco enferrujado. Tyron é conhecido por cansar com o decorrer da luta, e Robbie Lawwler fica mais forte nos últimos rounds. Acho que o Lawler vai vencer. Eu adoraria enfrentá-lo e preferencialmente em Nova York."

Se o seu pedido for aceito por Dana White, o Wonderboy vai fazer a sua primeira disputa de cinturão, muito provavelmente com Lawler, com quem deseja lutar.

CARD PRINCIPAL:
Peso-meio-médio: Stephen Thompson derrotou Rory MacDonald na decisão unânime dos juízes (50×45, 50×45, 48×47);
Peso-meio-médio: Donald Cerrone derrotou Patrick Coté por nocaute técnico a 2m35s do terceiro round;
Peso-médio: Steve Bossé derrotou Sean O’Connell na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×27)
Peso-leve: Olivier Aubin-Mercier finalizou Thibault Gouti com um mata-leão 2m38s do terceiro round;
Peso-mosca: Joanne Calderwood derrotou Valérie Létourneau por nocaute técnico 2m51s do segundo round;

CARD PRELIMINAR:
Peso-leve: Jason Saggo derrotou Leandro Buscapé na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)
Peso-meio-pesado: Misha Cirkunov finalizou Ion Cutelaba com um katagatame a 1m22s do terceiro round;
Peso-médio: Krzysztof Jotko derrotou Tamdan McCrory por nocaute a 59 segundos do primeiro round;
Peso-galo: Joe Soto finalizou Chris Beal com um mata-leão a 3m39s do terceiro round;
Peso-médio: Elias Theodorou derrotou Sam Alvey na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-palha: Randa Markos derrotou Jocelyn Jones-Lybarger na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28);
Peso-meio-médio: Colby Covington finalizou Jonathan Meunier com um mata-leão a 54 segundos do terceiro;
Peso-mosca: Ali Bagautinov derrotou Geane Herrera na decisão unânime dos juízes.