Russo fica desacordado, volta a lutar e vence medalha de ouro na luta greco-romana

Roman Vlasov ficou insconsciente na semifinal, mas retornou ao combate, venceu e derrotou Mark Overgaard Madsen na final

(Foto: Toru Hanai/REUTERS)

Este domingo (14) seria mais um dia normal para o russo Roman Vlasov, que competia pelo título na luta greco-romanda na categoria de 75 kg. Porém, o segundo ouro olímpico de sua carreira veio com um feito bem curioso. Durante a semifinal contra Bozo Starcevic, o lutador perdeu a consciência e o combate foi interrompido, mas Vlasov continuou depois e conseguiu vencer o croata.

O primeiro dia de dusputa da luta olímpica já teve sua primeira conquista com histórias engraçadas. No último combate da noite, Roman Vlasov venceu por 5 a 1 Mark Madsen, da Dinamarca, garantiu a medalha de ouro e se manteve como campeão olímpico da categoria. Entretanto, nem tudo foi fácil até a grande vitória na final.

Disputando a semifinal contra o croata Bozo Starcevic, Vlasov foi imobilizado e ficou desacordado. Pouco depois, o lutador russo se recuperou, decidiu continuar a luta e retornou após a paralisação da arbitragem. Em seguida, ele conseguiu a vitória por 3 a 1 e avançou para a decisão como se nada tivesse acontecido antes.

Essa já é a segunda vez que o russo ganha ouro em Jogos Olímpicos. Na primeira, em Londres 2012, ele venceu a luta greco-romana na categoria até 74kg, batendo o arménio Arsen Julfalakyan por 3 a 0 na final.

Na categoria de 75kg, o sul-coreano Hyeonwoo Kim e o iraniano Saeid Morad Abdvali conquistaram as medalhas de bronze. O Brasil não teve representantes para essas disputas.

Esta foi a terceira medalha de ouro da Rússia só no domingo. Antes, a ginasta Aliya Mustafina e as tenistas Ekaterina Makarova e Elena Vesnina também venceram o ouro olímpico