Legado Olímpico: Jogos de Seúl 1988 marcam a explosão da economia coreana

Relembre um pouco a história da capital da Coréia do Sul, Seul, que sediou os Jogos Olímpicos de 1988

Legado Olímpico: Jogos de Seúl 1988 marcam a explosão da economia coreana
Legado Olímpico: Jogos de Seúl 1988 marcam a explosão da economia coreana

Os Jogos Olímpicos de Verão do ano de 1988, que durou de 17 de setembro à 2 de outubro, foram realizados em Seul, capital da Coreia do Sul. Neste ano se teve um recorde de participação, com 159 países e 8.391 atletas. A maior melhoria que o país teve após os jogos pode-se dizer que foram as obras e investimentos a infraestruturas e também a instalações esportivas, como um estádio olímpico para mais de cem mil pessoas.

Ao todo, a Coreia do Sul investiu mais de setecentos bilhões de wons (moeda coreana). Junto com os jogos, a economia do país cresceu muito devido aos pontos turísticos serem mais vezes visitados, e o número de turistas crescerem no país após o torneio.

Dizem os moradores de Seul, Coreia do Sul, que a política não estava boa no país durante os jogos daquele ano, e que o país não deveria sediar um torneio como aquele, pois a democracia estava em crise. No entando, os Jogos Olímpicos de Seul foram marcados por uma série de escândalos, um deles é de que a Coreia do Norte teria boicotado o torneio, com protestos e confusões em mídia, pois na época estes ainda estariam em guerra. Mas com o forte policiamento nas ruas, nada de grave ocorreu. Alguns protestos de estudantes contra o torneio e confrontos com a polícia ficaram marcados na época dos jogos, mas seguiram o torneio normalmente.

Por mais que o gasto de dinheiro tenha sido muito alto durante a Olimpíada, a recompensa venho logo após o término do torneio. Pois é difícil dizer o que ficou ruim no país depois dos jogos, porque o crescimento econômico melhorou muito, o que ajudou também a aumentar o PIB em 320%. Com o andamento dos jogos, Seul recebeu cerca de mais de 15 mil jornalistas, para que fizessem os jogos aparecerem mundialmente entre 140 países. Assim, após a melhoria do país em termos econômicos e isso sendo transmitido para todo o mundo, a capital coreana foi procurada para sediar outros torneios de nível mundial, como a Copa do Mundo FIFA de Futebol em 2002.

Nos jogos de 1988 a Coreia do Sul alcançou o quarto maior número de medalhas, sendo 12 de ouro, 10 de prata e 11 de bronze. O país obtém regularmente bons resultados no tiro com arco, tênis de mesa, badminton, patinagem de velocidade de pista curta, handebol, hóquei no gelo, beisebol, judô, patinagem no gelo, taekwondo e halterofilismo. A Coreia do Sul também tem obtido mais medalhas nos Jogos Olímpicos de Inverno em comparação com os outros países asiáticos.

Algumas pesquisas apontam que logo após os jogos de 1988, o número de atletas, e pessoas entrando para o meio esportivo aumentou cerca de 20%. O jogos, de alguma maneira, fizeram a sociedade ter uma vida mais ativa e com prática de esportes mais frequentes. Seul volta a sediar torneios de nível mundial em 2018, quando comandará os Jogos Olímpicos de Inverno, que deve ocorrer dos dias 9 a 25 de fevereiro.