Ventos fortes forçam organização a adiar provas do remo na Rio 2016

Clima já vinha atrapalhando atletas desde ontem (6)

Ventos fortes forçam organização a adiar provas do remo na Rio 2016
Ventos fortes forçam organização a adiar provas do remo na Rio 2016

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 contaram com um revés na manhã desse domingo (7). A cidade foi assolada por fortes ventos, que causaram em problemas em várias instalações, inclusive na Lagoa Rodrigo de Freitas, onde seriam realizadas as provas do remo, que acabaram sendo canceladas por conta das condições climáticas. A princípio, as provas serão adiadas para a segunda-feira (8), mas ainda não houve um pronunciamento oficial da organização dos Jogos. Houve tentativas de aguardar algumas horas buscando melhores condições para a realização das regatas, mas o clima não melhorou.

As regatas seriam abertas hoje com as semifinais do single-skiff masculino, programadas para as 8h30. No entanto, como era impossível remar naquele horário, o horário foi adiado primeiramente para 9h30 e, em seguida, para 10h30, quando houve o cancelamento oficial. Vários atletas já haviam apontado que o vento atrapalhava seu desempenho e um barco de atletas da Sérvia chegou a virar por conta disso. O motivo para o cancelamento das provas de hoje (7) foi o posicionamento das raias, inconstantes demais por conta da movimentação acima do normal da água.