Americana conquista o tri-campeonato Olímpico no contra-relógio

Kristin Armstrong conquistou a terceira medalha de ouro na carreira na manhã desta quarta-feira. A campeã da prova de estrada, Anne van den Breggen também subiu ao pódio, com o bronze

Americana conquista o tri-campeonato Olímpico no contra-relógio
Olga Zabelinskaya (Rússia), medalha de prata na Rio 2016, subindo a estrada do circuito de Grumari. Foto: Phil Walter/Getty Images

O contrarrelógio é a última prova do ciclismo de estrada realizado nos Jogos Olímpicos. Na Rio 2016, teve a largada no Pontal e a chegada no Forte de Copacabana. Os atletas percorreram o circuito de Grumari, na Zona Oeste do Rio. 

A americana Kristin Armstrong, campeã em Pequim 2008 e Londres 2012, alcançou a terceira vitória consecutiva na modalidade. Ela percorreu o trajeto no tempo total de 44 minutos e 26 segundos. 

A segunda colocação foi da russa Olga Zabelinskaya, com 44 minutos e 31 segundos, apenas cinco minutos a mais que a campeã. Zabelinskaya terminou a prova de estrada no domingo na décima sexta posição.

A campeã do ciclismo de estrada da Rio 2016, Anne van der Breggen levou para a Holanda mais uma medalha. Desta vez, de bronze. O tempo de percurso de Anne foi de 44 minutos e 37 segundos. 

Elisa Borghini, medalha de bronze na prova de estrada, conseguiu a quinta colocação no contrarrelógio.

A holandesa Annemiek van Vleuten, que sofreu um grave acidente na curva da descida da Vista Chinesa no domingo, se recupera bem. Está com algumas fraturas e vários hematomas e lamenta não ter completado a prova, que estava sendo a melhor de sua carreira. Nas redes sociais disse que sente muito, pois chances como estas só ocorrem a cada quatro anos.