Dobradinha no solo: Diego Hypolito conquista prata e Arthur Nory fica com bronze

Depois de falhar em duas Olimpíadas seguidas, Diego conquista a tão sonhada medalha olímpica em casa; Arthur Nory surpreende e conquista o bronze

Dobradinha no solo: Diego Hypolito conquista prata e Arthur Nory fica com bronze
Foto: Reuters

O Brasil fez história na tarde deste domingo (14) na Arena Olímpica do Rio de Janeiro. Diego Hypólito e Arthur Nory surpreenderam e fizeram dobradinha no pódio após conquistarem as medalhas de prata e bronze, respectivamente, no solo. O ouro ficou com o britânico Max Whitlock.

Os brasileiros fizeram uma boa prova e contaram com a sorte. Os grandes favoritos deram mole e cometeram erros, principalmente o atual campeão mundial, o japonês Kenzo Shirai. Diego Hypolito deu a volta por cima após vacilar nas últims duas Olimpíadas e, enfim, conquistou a tão sonhada medalha olímpica.

A prova

Dono de dois ouros no Rio, Kohei Uchimura foi o primeiro a se apresentar e falhou na sua única final por aparelhos, pisando fora do tablado e terminando com pontuação de 15,241. Na sequência, entrou Diego Hypolito, ovacionado pela torcida. O brasileiro terminou a prova sem erros e lavou a alma, já que havia cometido erros nas últimas duas Olimpíadas. Diego foi um pouco melhor em relação as eliminatórias e terminou a prova com 15,533. O pódio era certo.

Atual vice-campeão mundial no solo, o britânico Max Whitlock veio na sequência e com uma incrível apresentação superou Diego Hypólito com 15,633 pontos. A esperança de pódio permanecia, principalmente depois que o outro britânico, Kristian Thomas, ficou para trás com 15,058.

Após dois britânicos, era a vez de outro brasileiro. Arthur Nory arriscou uma série mais difícil e se deu bem, cravando quase tudo. Antes da nota de 15,433 o brasileiro já comemorava euforicamente. Arthur estava em terceiro lugar, sabia que era difícil manter a posição, mas estava feliz com a nota.

Para a sorte de Arthur Nory, o americano Jake Dalton - que era um dos favoritos - falhou e só conseguiu 15,133. O pódio estava perto de Diego, bastava apenas o japonês Kenzo Shirai, atual campeão mundial e grande favorito, falhar muito. E o improvável aconteceu. O japonês teve nota 15,366 e ficou de fora do pódio, e assim Diego garantiu o pódio.

Ainda restava o americano Sam Mikulak, líder da classificatória, que poderia tirar Arthur Nory do pódio e talvez superar Diego Hypolito e deixar o brasileiro com o bronze. Mas não aconteceu. O americano pisou fora e tirou 14,433. Assim, Arthur Nory garantiu o bronze e a dobradinha brasileira no pódio.

Foto: Reuters
Foto: Reuters