Estados Unidos domina último dia do triatlo na Paralimpíada

Norte-americanas levaram quatro medalhas, incluindo as três na categoria PT2; Grã-Bretanha ficou com três conquistas

Estados Unidos domina último dia do triatlo na Paralimpíada
(Foto: Buda Mendes / Getty Images)

Não saíram medalhas para o Brasil no triatlo. Com dois representantes, neste sábado Fernando Aranha ficou na sétima colocação e, neste domingo (11), Ana Raquel Lins acabou terminando no último lugar. As provas femininas foram dominadas pelos Estados Unidos, que levaram duas das três medalhas de ouro. Em seguida, a Grã-Bretanha conquistou duas pratas e um bronze.

A categoria PT4, a primeira medalha do dia saiu para os Estados Unidos com Grace Norman, que fechou sua prova em 1h10m39s, um minuto de distância para a britânica Lauren Steadman, segunda colocada com 1h11m43s. Em terceiro e levando o bronze, a França fechou o pódio com Gwladys Lemoussu, em 1h14m31s. Ana Raquel Lins acabou terminando a prova na última colocação, mas fez história como a primeira brasileira a competir na modalidade paralímpica.

Na segunda prova do dia, o pódio foi completamente norte-americano. A categoria PT2 teve Allysa Seely com o ouro, terminando o circuito em 1h22m55s. Hailey Danisewicz conquistou a prata, fechando o tempo em 1h23m43s. O bronze ficou com Melissa Stockwell, que concluiu em 1h25m24s.

Para finalizar o triatlo paralímpico, a Austrália conquistou a última medalha de ouro na categoria PT5, já que Katie Kelly conseguiu finalizar sua prova em 1h12m18s. Alison Patrick, da Grã-Bretanha, chegou um minuto depois e ficou com a prata, fechando o circuito em 1h13m20s. A britânica Melissa Reid ficou com o bronze e também subiu ao pódio, terminando em 1h14m07s.

Com os resultados do último dia, Grã-Bretanha e Estados Unidos foram os países com mais conquistas. Os britânicos levaram um ouro, duas pratas e um bronze; já os norte-americanos ficaram com dois ouros, uma prata e um bronze. A Espanha terminou com uma prata e um bronze, assim como a Itália. A Holanda levou um ouro e uma prata. Alemanha e Austrália saíram com um ouro cada; França e Marrocos conquistaram bronzes.