Seleção brasileira masculina de vôlei sentado disputará o bronze

Brasil irá em busca de inédita medalha de bronze com o Egito após perder para o Irã na semifinal

Seleção brasileira masculina de vôlei sentado disputará o bronze
Brasil perdeu para o Irã na semifinal (Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB)

Esta sexta-feira (16) foi a vez da seleção brasileira masculina de vôlei sentado buscar a vaga na final da Paraolimpíada Rio 2016. Porém o resultado não veio, o Brasil perdeu para o Irã por 3 sets a 0 (20x25, 19x25 e 17x25). Nesse domingo, os brasileiros entrarão em quadra contra o Egito, na disputa da inédita medalha de bronze.

O último jogo do dia estava marcado para às 20h30 e teve duração de uma hora e dezesseis minutos. A seleção brasileira entrou em quadra confiante, mas alguns erros levaram para o caminho da eliminação. O Irã é a seleção que mais detêm títulos paraolímpicos, o controle da partida ensaiou a vitória.

O equilíbrio iraniano do primeiro set se repetiu no segundo, com 10 a 1 na parcial foi a hora do Brasil mostrar uma reação. E a mesma situação ocorreu no último set, a resposta brasileira se apresentou muito tarde, enquanto isso o Irã virava bolas, foram anotados 36 pontos de ataque.

Diante os brasileiros havia um gigante. O iraniano Morteza Mehrzad tem 2,46m de altura e foi o destaque da partida. A seleção do Irã é a favorita nestes Jogos Paraolímpicos, ainda não perdeu nenhum set e já conquistou cinco medalhas douradas nesta competição. No domingo, contra a Bósnia-Herzegovina, os iranianos e o gigante buscarão mais uma conquista.

Outros jogos

A seleção chinesa venceu os Estados Unidos e ficou com o sétimo lugar no vôlei sentado na Rio 2016. Em partida com um hora de duração, os chineses fecharam em 3 sets a 0 (15x25, 16x25 e 17x25). Bem superior, a China marcou 34 pontos de ataque e 16 de bloqueio, enquanto os Estados Unidos pontuou apenas 26 bolas ao chão e fez nove paralisações.

No jogo seguinte a Ucrânia ficou com a quinta posição e a Alemanha com a sexta colocação. Nesta partida, os ucranianos saíram vitoriosos por 3 sets a 1 (21x25, 25x22, 19x25 e 23x25). A partida foi equilibrada em suas parciais, em jogadas elaboradas de ataques, foram anotados 58 pontos da Ucrânia contra 58 alemães.

A primeira semifinal do dia classificou a Bósnia-Herzegovina que passou pelo Egito por 3 sets a 0 (23x25, 16x25 e 20x25). Os bósnios foram bem superiores, marcaram 13 pontos de bloqueio, enquanto os egípcios conseguiram parar sete bolas.

Neste sábado (17), a seleção feminina brasileira enfrenta a Ucrânia, às 16h30 (Brasília) em busca da inédita medalha de bronze paraolímpica no Pavilhão 6 do Riocentro.