Brasil bate Irã pelo placar mínimo e conquista tetracampeonato paralímpico no Futebol de 5

Melhor do mundo, camisa 10 e capitão, Ricardinho marca gol singular que garante quarto título consecutivo do Brasil em Jogos Paralímpicos

Brasil bate Irã pelo placar mínimo e conquista tetracampeonato paralímpico no Futebol de 5
Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CPB
Brasil
1 0
Irã

Brasil conquistou neste sábado (17) o tetracampeonato nos Jogos Paralímpicos do Futebol de 5. Dominante desde o início do confronto, a seleção garantiu a medalha de ouro ao vencer o Irã pelo placar mínimo, com gol de Ricardinho.

Rio 2016 garantiu o quarto título seguido brasileiro na modalidade paralímpica. Em Atenas-2004, o Brasil bateu a Argentina por 2 a 1. Em Pequim quatro anos depois, derrotou a China. A conquista coroa o excelente trabalho de todos os atletas e da comissão técnica, comandada pelo treinador Fabio Vasconselos e pelo guia Luis Felipe.

Ricardinho abre o placar e Brasil mantém vantagem

Com propostas de jogo distintas, os anfitriões mantinham a posse de bola buscando o ataque enquanto os iranianos defendiam com três jogadores.

Camisa 10 e melhor jogador do mundo, Ricardinho era o que mais buscava o ataque. No começo do confronto, cobrou falta com perigo para boa defesa do goleiro Meysam.

Não demorou muito para a superioridade brasileria se transformar em gol. O próprio camisa 10 fez excelente jogada individual, driblou os quatro adversários e finalizou por baixo da perna do arqueiro iraniano, aos 12'.

A primeira chance dos visitantes ocorreu cinco minutos depois. Rajapbpour, camisa 7, finalizou para boa defesa do goleiro Luan. A sequência do primeiro tempo seguiu como um monólogo brasileiro.

Ricardinho mais uma vez foi perigoso, chutando para excelente defesa do goleiro adversário. No lance, a bola ainda acertou o travessão. Na oportunidade seguinte, Nonato acertou bom chute para nova defesa do iraniano.

Jogadores brasileiros comemorando gol de Ricardinho | Foto: Pedro Henrique Guimarães/VAVEL Brasil)
Jogadores brasileiros comemorando gol de Ricardinho | Foto: Pedro Henrique Guimarães/VAVEL Brasil)

Seleção mantém resultado e conquista tetracampeonato paralímpico

Precisando empatar, o Irã se lançou mais ao ataque na etapa complementar, mas sem sucesso. Marcando de forma perfeita, a seleção brasileira não deu espaço para os iranianos, que pecavam na criatividade e nas finalizações. Quando acertavam, Luan estava atento para fazer boas defesas.

As melhores oportunidades surgiram dos pés de Nonato. Em dois lances seguidos, o camisa 8 se livrou da marcação e finalizou para fora, arrancando suspiros dos presentes no Centro Olímpico de Tênis no Parque Olímpico.

Faltando cinco minutos para o fim da grande final, o Irã teve boa chance de empatar o placar. Após longos minutos sem finalizações, o camisa 9 Rahimighasr chutou para defesa segura de Luan. Aos 48', Nonato partiu do próprio campo e finalizou alto, para mais uma defesa de Meysam.

O embate se manteve preso na sequência da decisão, com ambas seleções diminuindo a quantidade de finalizações. O cronômetro chegou aos 50 minutos para comemoração total dos brasileiros em quadra e nas arquibancadas, que estavam bastante cheias para o quarto ouro consecutivo do Brasil no Futebol de 5.

Após o ouro, brasileiros agradeceram presença da torcida no Centro Olímpico de Tênis | Foto: Pedro Henrique Guimarães/VAVEL Brasil
Após o ouro, brasileiros agradeceram presença da torcida no Centro Olímpico de Tênis | Foto: Pedro Henrique Guimarães/VAVEL Brasil