Mattias Ekström vence no Mundial de Rallycross com dobradinha da EKSRX em Hockenheim

Repetindo esquema da semifinal, os carros da EKSRX não deram chance para mais ninguém na Alemanha

Mattias Ekström vence no Mundial de Rallycross com dobradinha da EKSRX em Hockenheim
EKSRX fez bom trabalho de equipe na parte final do fim de semana. (Foto: divulgação/EKSRX)

Os fãs da DTM, o campeonato alemão de turismo, puderam curtir um pouco do que é o Mundial de Rallycross, visto que as duas categorias estavam em Hockenheim neste fim de semana. Mas além dos fãs, o sueco Mattias Ekström também dividia atenções entre as duas competições, e ainda assim achou fôlego para vencer a segunda etapa do Mundial.

Timmy Hansen viu seu carro pegar fogo e teve tempo de voltar à pista com ele | Foto: Divulgação/FIA World Rallycross
Timmy Hansen viu seu carro pegar fogo e ainda teve tempo de voltar à pista com ele no Sábado | Foto: Divulgação/FIA World Rallycross

Ekström veio dominante mesmo nas classificatórias, Johan Kristoffersson e Toomas Heikkinen logo atrás. A história do sábado ficou por conta do incêndio no Peugeot 208 WRX de Timmy Hansen, um susto do qual tanto piloto quanto o carro se recuperaram, porém o carro não estava no peso mínimo e o vice-campeão de 2015 foi desclassificado.

A primeira semifinal do dia começou com a dupla de Audis da EKSRX defendendo o terreno da frente da dupla do Team Peugeot-Hansen, com Toomas Heikkinen tomando a dianteira. A missão era colocar o piloto da DTM e seu companheiro na final, e para isso, segurar a pressão era imprescindível.

Porém Sébastien Loeb estava concentrado em estragar a festa dos Audis e passou o companheiro Davy Jeanney, porém quando parecia vir com condições de passar Mattias Ekström, recebeu uma fechada de porta e viu seu levemente destruído Peugeot 208 WRX cair para quinto.

A partir desse momento, os dois que estavam mais atrás, Andreas Bakkerud da Hoonigan Racing Division, e Robin Larsson, estraram na festa e tomaram o terceiro e o quarto lugar, deixando o multicampeão de rali Loeb com a barreira de pneus, e enquanto em situações normais o coringa faz o piloto perder tempo, para Larsson foi mais uma ajuda para ele ir para o terceiro lugar.

Na quarta volta a EKSRX estava com a defesa de suas duas posições bem garantida, e isso garantiu a dobradinha entre Heikkinen e Ekström. Larsson conseguiu segurar o terceiro muito por conta da rodada de Jeanney na última curva, completando um trio de Audis na final.

POS.

NÚMERO

PILOTO

PAÍS

EQUIPE

1

57

TOOMAS HEIKKINEN

FIN

EKSRX

2

5

MATTIAS EKSTRÖM

SUE

EKSRX

3

4

ROBIN LARSSON

SUE

LARSSON JERNBERG MOTORSPORT

4

9

SÉBASTIEN LOEB

FRA

TEAM PEUGEOT HANSEN

5

17

DAVY JEANNEY

FRA

PEUGEOT HANSEN ACADEMY

6

13

ANDREAS BAKKERUD

NOR

HOONIGAN RACING DIVISION

Na segunda semifinal o campeão mundial Petter Solberg tinha problemas no seu Citroën DS3 RX antes da corrida e era dúvida para competir. De última hora, Solberg entrou no grid e todos partiram, e o que teve a largada mais limpa foi o líder Johan Kristoffersson, enquanto o resto do pelotão se degladiava pelas outras vagas, com Solberg em segundo e Janis Baumanis em terceiro.

De repente a cena que se vê é a do pneu traseiro direito do Volkswagen Polo RX de Kristoffersson raspando na carenagem e eventualmente indo embora, mas o sueco de alguma maneira ele continuava na liderança e fechava e porta de Solberg, abrindo caminho para Baumanis e Liam Doran para cima do norueguês. Baumanis então foi para o coringa, só que o letão acelerou demais na saída e sem ter para onde ir acabou acertando a traseira de Kristoffersson em cheio, perdendo o segundo e o terceiro posto.

Na última volta Kristoffersson chegou no limite do que podia ser feito e abriu caminho para Doran, Solberg e Ken Block passarem, por mais que o piloto da Volkswagen RX Sweden tentasse o combate. Doran venceu a semifinal com Solberg em segundo, e Block se livrou de Kristoffersson para ficar com a última vaga da final.

POS.

NÚMERO

PILOTO

PAÍS

EQUIPE

1

33

LIAM DORAN

ING

JRM

2

1

PETTER SOLBERG

NOR

PETTER SOLBERG WORLD RX TEAM

3

43

KEN BLOCK

EUA

HOONIGAN RACING DIVISION

4

3

JOHAN KRISTOFFERSSON

SUE

VOLKSWAGEN RX SWEDEN

5

96

KEVIN ERIKSSON

SUE

OLSBERGS MSE

6

6

JANIS BAUMANIS

LET

WORLD RX TEAM AUSTRIA

E então larga a tão esperada final e Heikkinen mantém a ponta enquanto Ekström segura tudo e todos para se manter em segundo. Na segunda volta, Solberg vinha em terceiro quando se descuidou e acertou uma das barreiras de concreto, e logo depois Larsson também abusou e seu carro acabou capotando, mas o sueco voltou para a competição.

Na terceira volta a destreza de Ekström na saída do coringa falou mais alto e ele passou Heikkinen para liderar a corrida, e então a situação se manteve a mesma até o sueco receber a bandeira quadriculada. Heikkinen veio logo atrás e Ken Block completou o pódio.

POS.

NÚMERO

PILOTO

PAÍS

EQUIPE

1

5

MATTIAS EKSTRÖM

SUE

EKSRX

2

57

TOOMAS HEIKKINEN

FIN

EKSRX

3

43

KEN BLOCK

EUA

HOONIGAN RACING DIVISION

4

1

PETTER SOLBERG

NOR

PETTER SOLBERG WORLD RX TEAM

5

33

LIAM DORAN

ING

JRM

6

4

ROBIN LARSSON

SUE

LARSSON JERNBERG MOTORSPORT

Apesar do fim de semana difícil, Petter Solberg lidera com 48 pontos, mas agora vem empatado com Mattias Ekström. Logo atrás deles vêm Toomas Heikkinen com 45 pontos e Johan Kristoffersson com 39 pontos. Entre as equipes a situação é bem mais confortável para a EKSRX, já que eles têm 93 pontos contra 48 da Volkswagen RX Sweden e 40 da Hoonigan Racing Division.

Em uma semana, no dia 15 de Maio, a ação volta na Bélgica, no circuito Jules Tacheny, em Mettet. A atração da etapa será ex-piloto do WRC François Duval marcando presença em um terceiro Ford Fiesta ST RX da Olsbergs MSE.