Após Tarumã, Flávio Andrade segue em terceiro na C250 Master do Mercedes-Benz Challenge

Piloto da equipe Hot Car Racing / Bardahl acredita que poderia ter brigado por pódio, caso a corrida na pista gaúcha não fosse interrompida

Após Tarumã, Flávio Andrade segue em terceiro na C250 Master do Mercedes-Benz Challenge
Flávio Andrade (#26) durante a prova em Tarumã. (Foto: Wanderley Soares)

Autódromo com uma das maiores médias de velocidade do Brasil, Tarumã, em Viamão (RS), foi o palco neste domingo (dia 26) da terceira etapa da temporada 2016 do Mercedes-Benz Challenge. Na equipe Hot Car Racing / Bardahl, Flávio Andrade tinha tudo para brigar por mais um pódio na categoria C250, mas o acidente de um competidor ainda na 17ª volta, que causou a interrupção da prova para reparos na barreira de pneus, e um pequeno problema na parada de Andrade nos boxes deixou o piloto na sexta colocação, quarto na categoria Master.

A prova transcorria com as disputas normais, quando Artur Bragantini, companheiro de Ydenis Souza, capotou e atingiu a proteção de pneus. O acidente provocou a entrada do Safety Car e, como o impacto deslocou grande parte da proteção de pneus na Curva da Vitória, a prova foi encerrada com 75% do tempo total, já que não haveria tempo hábil para o reparo.

A entrada do Safety Car embaralhou toda a disputa, já que alguns carros tinham parado para o pit stop obrigatório antes e outros no momento do acidente. Com isso, apenas os quatro primeiros colocados ficaram na mesma volta. A vitória no geral e na CLA ficou com Adriano Rabelo e na C250 com a dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk.

"Larguei bem, a corrida foi boa, mas tivemos um incidente, com o capotamento de um carro, e a partir daí embolou um pouco os boxes. Eu também tive um problema na minha parada. O câmbio não engatou a primeira marcha e eu perdi uns 10 segundos na saída dos boxes. Se não tivesse acontecido isso e o acidente, poderíamos lutar pelo pódio, porque o carro estava rápido. Mas para o campeonato a briga continua boa", lembrou Andrade, que segue em terceiro lugar na temporada da C250 Master, com 41 pontos.

O piloto, que é pai de Raphael Abbate, que corre na Stock Car, andou pela primeira vez no traçado gaúcho e gostou da pista de 3.016 metros. "É uma pista muito boa, desafiadora", comentou. "Agora vamos para Cascavel, outro traçado que eu também não conheço. Mas vou treinar no simulador, pedir umas dicas para o Raphael e espero brigar por um bom resultado".

Obrigado a levar lastro em Goiânia e agora em Tarumã, Andrade comemorou o fato de não ter mais o peso extra de 30 kg em Cascavel. "Como agora estou em terceiro no campeonato, sem os dois primeiros estarem empatados, não vou mais levar o lastro e o carro deve render mais", completou o piloto, que já conquistou vários pódios pelo time de Amadeu Rodrigues e disputa sua segunda temporada na Hot Car / Bardahl.

A próxima etapa do Mercedes-Benz Challenge acontecerá no autódromo de Cascavel, no Paraná, no dia 17 de julho.

Resultado da 3ª etapa do Mercedes-Benz Challenge (C250):
1. Marcos Paioli/Peter Gottschalk, C250 M
2. Peter Michel Gottschalk, C250
3. Fabio Escorpioni, C250
4. Claudio Simão, C250 M
5. C.A.Guilherme/S.Kuba, C250 M
6. Flavio Andrade, C250 M
7. B.Alvarenga/Romualdo Jr, C250
8. João Lemos, C250 M
9. Beto Rossi, C250 M
10. Y. de Souza/A. Bragantini, C250 M

Classificação da C250 Cup Master na temporada 2016 (Top-6):
1) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 55
2) Claudio Simão, 52
3) Flavio Andrade, 41
4) Max Mohr, 26
5) C.A.Guilherme, 24
6) João Lemos, 20