Wayne Taylor Racing vence em Austin pela IMSA

Jordan e Ricky Taylor não tiveram grandes dificuldades para vencer a prova. Porsche faz dobradinha na classe GTLM

Wayne Taylor Racing vence em Austin pela IMSA
(Foto: IMSA)

A Wayne Taylor Racing venceu sem grandes dificuldades a etapa de Austin do IMSA na tarde deste sábado (17) no Texas. Jordan ao lado do irmão Ricky superaram as investidas dos protótipos Mazda no início da prova e do Corvette DP #31 da Action Express pilotado por Dane Cameron nos minutos finais.

Jordan que chegou a rodar quando tinha uma vantagem considerável terminou com uma diferença de 1.421 segundos à frente de Cameron. Esta foi a terceira do Corvette #10 na temporada.Com o segundo lugar do #31, Dane Cameron e Eric Curran assumem a liderança do campeonato, já que o primeiro carro da equipe o #5 de Christian Fittipaldi e João Barbosa terminou em terceiro.

Starworks Motorsports vence na classe PC. (Foto: IMSA)
Starworks Motorsports vence na classe PC. (Foto: IMSA)

O ponto alto da prova foi entre os dois carros da Action Express ainda nas primeiras voltas da corrida. Curran acabou tocando Fittipaldi com 15 minutos de prova. Por conta acabou levando um drive-through. Com um desempenho satisfatório e superando os dois Lola da equipe Mazda que perderam muito tempo durante a primeira parada nos boxes, tanto o #31 quanto o #5 subiram de posição durante a prova.

A Mazda que começou forte, ficou com o quarto lugar com o #70 de Joel Miller. Os dois carros da equipe não tiveram o mesmo rendimento na parte final da prova. O #55 acabou abandonando com uma falha na bomba de combustível.

Na classe PC a Starworks Motorsports venceu com Renger van der Zande e Alex Popow com o #8, depois de uma boa disputa com #38 da Performance Tech Motorsports de James France e ue acabou na terceira posição. Em segundo o #52 da PR1/Mathiasen de Tom Kimber-Smith e Robert Alon. Com o resultado Van der Zande e Popow conquistam a quarta vitória na classe.

Porsche com dobradinha na classe GTLM. (Foto: Porsche AG)
Porsche com dobradinha na classe GTLM. (Foto: Porsche AG)

A Porsche conquistou uma dobradinha na classe GTLM, após a Ferrari da Rizi Competizione apresentou problemas elétricos faltando pouco mais de 20 minutos para o término da prova. Earl Bamber e Fred Makowiecki voltaram a vencer. A última conquista foi na terceira etapa em Long Beach.

Logo atrás do #911, chegou o #912 de Nick Tandy e Patrick Pilet. O Ford #67 enfrentou problemas quando Ryan Briscoe acabou tocando com Tommy Milner do Corvette #4. Por conta do entrevero, o Ford teve que passar um bom tempo nos boxes terminando em nono na classe.

Tommy Milner e Oliver Gavin acabaram na quinta posição. Com o resultado a vantagem é de 11 pontos para Briscoe e Westbrook na luta pelo título da classe. Em terceiro o Covette #3. O melhor BMW chegou na quarta posição. O #25 pilotado por Dirk Werner e Bill Auberlen, chegou a levar um drive-through, depois de um contato com o Ford #66

BMW vence na GTD. (Foto: IMSA)
BMW vence na GTD. (Foto: IMSA)

O BMW #96 da Turner Motorsprots conquistou sua segunda vitória na classe GTD na temporada. Jens Klingmann e Bret Curtis, assumiram a liderança na segunda hora de prova, superando o Porsche #23 da Alex Job Racing.

O azar do Porsche foi maior. Alex Riberas que dividiu o carro com Marino Farnbacher acabou ficando sem combustível na última volta, terminando a prova na sétima posição. Assim o segundo lugar ficou com o Lamborhini Huracan #48 da Paul Miller Racing. A Ferrari da Scuderia Corsa ficou na terceira posição

Resultado final da prova.