Mattias Ekström conquista quarta vitória no Mundial de Rallycross em Barcelona

Enquanto Petter Solberg caiu nas semi-finais, o piloto da DTM rumou direto para mais uma vitória e à liderança do campeonato

Mattias Ekström conquista quarta vitória no Mundial de Rallycross em Barcelona
Apesar da concorrência forte, ninguém foi páreo para o Audi S1 RX de Ekström. (Foto: divulgação/EKSRX)

Conhecido como palco do GP da Espanha de Fórmula 1, o circuito da Catalunya-Barcelona recebeu a nona etapa do Mundial de Rallycross, e foi em solo espanhol que Mattias Ekström deu show e consolidou sua liderança.

A fase classificatória teve amplo domínio sueco, com Timmy Hansen sendo o melhor qualificado e Johan Kristoffersson e o próprio Ekström vindo logo atrás.

Hansen e Ekström largaram na frente na primeira semifinal, mantendo a autoridade que tinham na classificação, enquanto o rival de Ekström, Petter Solberg, viu a corrida pelo título ficar mais difícil com Robin Larsson surgindo no seu caminho e tomando o terceiro posto.

A aposta em ir cedo para o coringa ajudou Larsson a segurar Solberg e a ficar no caminho de outro campeão de rali, já que Sébastien Loeb tentou e forçou de tudo, mas Larsson ficou firme em sua posição, ficando mais tranquilo quando Loeb acertou as barreiras e rodou logo depois. Logo a frente, Ekström e Hansen tiraram primeiro e segundo com folga, enquanto Larsson foi o último a se classificar para a final.

A segunda semifinal teve Johan Kristoffersson mantendo a frente enquanto quatro carros brigaram pelo segundo lugar até Timur Timerzyanov se sair melhor. O ritmo forte de Kristoffersson e Timerzyanov não deixou margem para a concorrência e para uma disputa pela primeira posição, mesmo que a diferença entre eles fosse de pouquíssimos metros.

Toomas Heikkinen vinha solitário no terceiro lugar, só que na saída do coringa ele não contava com Janis Baumanis vindo com força total e tomando o terceiro lugar do finlandês e sua vaga na final. A corrida terminou com Timerzyanov vencendo após passar Kristoffersson na última volta, enquanto Baumanis chegou em terceiro, para alegria do pessoal da World RX Team Austria.

Mundial de Rallycross – Barcelona – Resultados das semi-finais

Era difícil apontar um favorito para a final, mas Ekström tomou a responsabilidade para si logo na largada, sendo seguido por Timur Timerzyanov.

O momento de entrar no coringa definiria a disputa entre Ekström, Timerzyanov e Hansen, e Timerzyanov foi o primeiro a fazê-lo, o que se provou uma péssima ideia por não conseguir acompanhar os líderes, o que só piorou quando perdeu o pódio para Johan Kristoffersson após ultrapassagem no hairpin. Hansen ficou trancado atrás do ritmo forte de Ekström, ficando impossibilitado de tirar a vitória do todo poderoso da EKSRX.

Após a corrida, Kristoffersson foi excluído da prova por ter recebido bandeira preta por conta de excesso de contato, jogando Timerzyanov de volta para o terceiro lugar.

Mundial de Rallycross – Barcelona – Resultado final

A quarta vitória de Ekström lhe deixa mais tranquilo na liderança com 204 pontos contra os 194 de Solberg, com Kristoffersson sonhando remotamente com o título com seus 178 pontos. A disputa de equipes fica entre a líder EKSRX com 318 pontos e o Team Peugeot-Hansen com 297 pontos.

Após duas semanas o Mundial de Rallycross desembarca no seu mais novo circuito, o Bikernieke National Sports Base, em Riga, na Letônia. Além de Janis Baumanis, o outro herói local, Reinis Nitiss, está confirmado com a Olsbergs MSE, além do retorno de Gigi Galli e do Kia Rio RX ao Mundial, no dia 2 de Outubro.