TF Sport vence no Estoril e fatura título do Michelin GT3 Le Mans Cup 2016

Com o resultado, equipe ganha convites para a edição 2017 das 24 horas de Le Mans na classe GTE-AM

TF Sport vence no Estoril e fatura título do Michelin GT3 Le Mans Cup 2016
(Foto: AdrenalMedia)

A última etapa do Michelin GT3 Le Mans Cup, ocorreu na tarde deste sábado no circuito de Estoril em Portugal. O treino classificatório, que foi sob forte chuva, daria o tom para uma prova emocionante. Pouco antes do início da corrida, a mau tempo passou, e os competidores largaram com asfalto quase seco.

Em uma prova dominante, o Aston Martin #34 da TF Sport de Salih Yuloc e Euan Hankey, não tiveram dificuldades para vencer a prova. Com o resultado, se sagraram campeões da primeira edição da GT3 Le Mans Cup. Como prémio, a equipe ganhou um convite para participar da edição 2017 das 24 horas de Le Mans na classe GTE-AM.

Classificação da prova.

Classificação geral do campeonato.

VT da corrida.

Na segunda posição chega a Ferrari #72 da SMP Racing de Aleksey Basov e Victor Shaitar, que conquistaram o título de equipes. O segundo lugar veio depois de uma forte batalha com o Porsche #88 da Mentos Racing e a Ferrari #7 da BMS Scuderia Italia. Tanto o Porsche quanto a Ferrari chegaram em terceiro e quarto respectivamente.

A Corrida

Com pista seca, Edigio Perfetti com o Porsche #88 manteve a primeira posição, sendo seguido pela McLaren #55 FFF Racing de Hiroshi Hamaguchi,  Aston #34 e a Ferrari #72 da SMP Racing. Com pouco grip a McLaren acabou superada pelo Aston e Ferrari, caindo para o quarto lugar.

O primeiro incidente acabou acontecendo quando Perfetti no Porsche, acabou sendo tocado por Basov. A Ferrari então liderou a prova e o Porsche voltou na última posição. Com o incidente, O Aston Martin ocupou a segunda posição, seguido pela Ferrari #25 da AF Corse e #8 da Villorba Corse.

Aleksey Basov e Victor Shaitar da SMP Racing, ficam com o título de pilotos. (Fotos: AdrenalMedia)
Aleksey Basov e Victor Shaitar da SMP Racing, ficam com o título de pilotos. (Fotos: AdrenalMedia)

O carma acabou pegando de surpresa Basov, que depois de três voltas acabou rodando, deixando a liderança para o Aston Martin. Na troca de pilotos, Euan Hankey assumiu o #34. Mais uma vez a McLaren enfrentou problemas. Assim que realizou a troca, Hamaguchi entregou o carro para Adrian Hobbs que acabou ficando 9 minutos nos boxes. O #55 voltou para a pista, porém abandonou logo depois.

Após os pits, Euan Hankey se manteve na liderança, estabelecendo a volta mais rápida da prova. A diferença para o segundo colocado, a Ferrari #55 da FF Corse, já passava de 20 segundos. Victor Shaitar assumia o volante da Ferrari #72 e Klaus Bachler o Porsche #88.

A chuva voltou a cair, dando as equipes mais dúvidas do que certezas sobre a melhor estratégia para terminar a prova. O Aston não realizou a troca, ampliando sua vantagem para mais de 30 segundos. A Ferrari #51 nesta altura foi o segundo carro a abandonar a prova, com problemas no ABS.

Caminhando para a fase final da prova, a chuva começou a diminuir. A batalha entre SMP Racing e Mentos Racing continuou. Quem aproveitou foi a Ferrari #7 da Scuderia Italia, que diminuiu a diferença para o segundo e terceiro colocado.

No final a diferença entre o Porsche e a Ferrari #7foi de pouco mais de 0.474 segundos. Assim o Aston #34 fica com o título de equipes, enquanto Victor Shaitar e Aleksey Basov o de pilotos.

Para o chefe da TF Sport, Tom Ferrier, o objetivo sempre foi o convite para Le Mans. “O plano era ganhar e ir para Le Mans. Agora conseguimos metade do plano. Vamos continuar com a Aston Martin. Eles foram extremamente profissionais, nesses três anos de convivência.”

“Estou muito feliz com a maneira que ambos os pilotos conquistaram isso. Salih, em particular, tem feito progressos enormes nos dois anos que esteve conosco. Ele está comprometido, tanto em termos financeiros e pessoais, ele vem se dedicando semana após semana.”

“Euan trabalhou com ele muito bem também e os resultados falam por si. Estou particularmente satisfeito pelos rapazes da equipe também. Eles trabalharam tão duro e este tipo de resultado fornece um enorme impulso para uma pequena e relativamente nova equipe.”