Felipe Bartz estreia no Skusa Supernationals, em Las Vegas

Após o título do Epcot Challenge e participação de destaque na Rok Cup International Final, paulista de 11 anos foi convidado para disputar mais um importante campeonato nos Estados Unidos

Felipe Bartz estreia no Skusa Supernationals, em Las Vegas
Italo Benedetti / Sport in Photo

O Skusa Supernationals é um dos mais tradicionais campeonatos do kartismo dos Estados Unidos, reunindo cerca de 600 pilotos para disputas num circuito provisório, montado pelo segundo ano consecutivo no estacionamento do Las Vegas Center Convention, em Las Vegas. Em um ano de importantes conquistas, em que sagrou-se campeão do Epcot Challenge - em Orlando, no mês de julho -, e há um mês teve uma participação de destaque chegando à final da Rok Cup International Final, na Itália, ao ficar entre os 34 melhores entre 170 competidores, Felipe Bartz terá mais um importante desafio ao estrear no Skusa neste fim de semana (16 a 20 de novembro).

O paulista de 11 anos teve sua participação confirmada há poucos dias, após um convite da fabricante de chassi Benik, para ingressar a equipe oficial Team Benik, que veio como consequência dos bons resultados das competições recentes. Após acompanhar seu pai, Christian Bartz, correr o Skusa nos últimos anos, Felipe chega muito animado e confiante para a disputa na categoria Mini Swift, que conta com 77 pilotos entre 9 e 13 anos. 

Os treinos livres em Las Vegas começaram na quarta-feira, com os competidores divididos em dois grupos, e continuam nesta quinta, quando também acontece a tomada de tempos. Na sexta-feira e sábado, serão realizadas as baterias classificatórias. O resultado dessas corridas garante os 34 melhores na grande final, enquanto o restante dos pilotos ainda disputam mais uma corrida em busca de seis vagas na decisão, no domingo, quando serão conhecidos os campeões da 20ª edição do Skusa Supernationals. 

Em Las Vegas, Felipe Bartz tem o apoio de TecPro Blindagens, Nut Bavarian e Mondial, e conta com o suporte técnico do multicampeão Renato Russo como seu coach. 

"É a primeira vez que vou correr em Las Vegas, e estou muito animado para o Skusa Supernationals. Nos últimos anos, acompanhei de longe meu pai correndo lá, ele sempre me mandava vídeos das largadas da categoria Mini, e eu curtia bastante, então será muito legal essa nova experiência. Fiquei muito feliz e honrado com o convite da equipe Benik para integrar a equipe deles, acho que isso é consequência de todo o trabalho que estamos fazendo. Venci o Epcot Challenge, e isso me deu o direito de correr na Rok Cup Final, na Itália, e por ter andado bem lá, surgiu esse convite. Então, vou continuar fazendo o meu melhor aqui com eles, e vamos em busca de um ótimo resultado".comentou Felipe Bartz

Mais notícias de