Marchionne envia aviso aos funcionários da Ferrari: "Qualquer um que não traga resultados, deverá sair"

O momento parece não ser muito bom para a equipe Ferrari, pois além de ocupar a terceira posição no campeonato de construtores, o presidente da Ferrari, foi bem direto avisando que qualquer pode sair da equipe se não levar resultados. Com isso a equipe que correrá nesta fim de semana em 'casa', não vai estar muito relaxada pois espera-se que em Monza eles consigam conquistar resultados significativos.

Marchionne envia aviso aos funcionários da Ferrari: "Qualquer um que não traga resultados, deverá sair"
Getty Images

E após uma corrida turbulenta da equipe Ferrari em Spa que teve Vettel chegando em sexto e Raikkonen em nono e agora completam 4 corridas fora do pódio. Sergio Marchionne, presidente da Ferrari, até elogiou a equipe pela melhora que foi apresentada no treino de classificação, porém criticou duramente e alertou a todos os funcionários que aqueles que não trouxerem resultados devem sair do time, pois segundo ele existem objetivos a serem cumpridos.

"Ter conseguido a segunda fila no GP da Bélgica não foi tão ruim após Raikkonen e Vettel cometerem erros", disparou.


Marchionne também falou sobre o novo corpo técnica da equipe após James Allison deixa-los e faz um alerta os funcionários.


"As mudança que ocorreram na equipe está começando a ser sentida. Temos o compromisso em reduzir a desvantagem".

 
"Mas qualquer um que não trouxer resultados, deve sair. Essa é uma regra que se aplica a todos, incluindo a mim", declarou.

"Somos obrigados a atingir objetivos que estabelecemos a nós mesmos", concluiu.

E Marchionne está mais do que certo de cobrar isso da equipe, pois muito se fala da evolução da Ferrari mas na pista a situação é bem diferente, pois hoje eles não representam tanta ameaça para a Mercedes já que a Red Bull assumiu o posto da segunda força da categoria.


E para piorar ainda mais a Ferrari não ganha um campeonato de pilotos desde 2007,  e uma campeonato de construtores desde 2008. Mas não por falta de pilotos excelente, mas por falta de competência da própria equipe que por duas vezes erraram feio e que custou o título de seus pilotos, como foi o caso de Felipe Massa no GP de Singapura em 2008 quando a bomba de gasolina ficou presa no carro do brasileiro que naquela etapa poderia ter conquistado o ponto que faria dele o campeão daquela temporada e no caso de Fernando Alonso em 2010 no GP de Abu Dhabi quando erraram na estratégia e ele acabou perdendo o campeonato por 4 pontos.

Além dos carros medíocres que eles vem entregando a seus pilotos desde 2009, uma das coisas que fez com que Alonso quebra-se seu contrato com a equipe e pula-se fora do barco o que também deverá acontecer com Vettel caso a equipe não comece a lhe entregar carros que ele possa disputar vitórias e campeonatos.