Canadá: O salto do bronze de 2012 para o ouro em 2016

A estabilidade das canadenses que do bronze buscam um lugar mais alto no pódio no Rio de Janeiro

Canadá: O salto do bronze de 2012 para o ouro em 2016
Foto: Reprodução/Instagram

A equipe de futebol feminino do Canadá fez história nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, quando eliminou as donas da casa e perdeu para as americanas em um épico 4 a 3 nas semifinais, o país conquistou o bronze após derrotar a França.

A base olímpica segue o padrão da última Copa do Mundo, onde foram eliminadas em casa nas quartas de finais. Na convocação para a Rio 2016, somente seis atletas presentes na última Olimpíada se mantiveram no elenco, entre elas a estrela e capitã do time Christine Sinclair, que marcou 164 gols pela seleção e faz dupla com a talentosa Beckie, companheira que também comandou a campanha canadense no futebol feminino.

Atualmente, o Canadá é o segundo time mais forte da Concacaf, ficam atrás apenas dos Estados Unidos, eliminados pela Suécia.

Trajetória na Rio 2016

Com 100% de aproveitamento, ficou claro que não tiveram dificuldades para chegar à semifinal. Até aqui deram um show e fizeram a alegria dos torcedores, estrearam na Arena Corinthians com o pé direito e derrotaram a Austrália por 2 a 0 de forma heroica. Com gol relâmpago abriram o placar e em seguida sofreram uma expulsão, mas mantiveram o controle e conseguiram ampliar ainda no primeiro tempo.

Depois venceram o fraco time de Zimbábue, que havia sido goleado pela Alemanha, desta forma conseguiram a vaga antecipada para às quartas de finais.

O jogo contra a Alemanha, que será sua próxima adversária, foi suado e ficou 2 a 1 após uma virada espetacular. Sendo assim, terminaram na liderança do grupo com 9 pontos.

Com recorde de público, avançou até às semifinais em um confronto também nada fácil contra a França, sofreu com a ofensividade e aproveitava os contra-ataques. Na defensiva, fizeram apenas 1 a 0, não deixavam as francesas articularem as jogadas e de forma sensacional se mantiveram o único time com 100% de aproveitamento nos Jogos.

Visando superar o bronze conquistado em Londres, as canadenses enfrentam a Alemanha nesta terça (16), no Mineirão às 16h.