Após conquistar Monte Carlo, Nadal volta a ser favorito em Roland Garros?

Entre os dias 22 de maio e cinco de junho acontece o segundo Grand Slam do ano, Roland Garros

Após conquistar Monte Carlo, Nadal volta a ser favorito em Roland Garros?
Nadal levanta o troféu de Monte Carlo/ Foto: Jean Catuffe/ Getty Images

No próximo dia 22 tem início o segundo Grand Slam do ano, Roland Garros. Disputado no saibro francês das quadras do Stade Roland Garros, em Paris, o torneio celebra sua 115ª edição neste ano de 2016. Nove vezes campeão do torneio, o espanhol Rafael Nadal vem para a disputa deste ano cercado de expectativas, uma vez que suas atuações dentro das quadras estão cada vez melhores. 

Assemelhando-se ao nível de jogo que apresentava antes de sua lesão em 2014, Nadal parece estar voltando à boa forma. Logo no início deste ano, foi finalista do ATP 250 de Doha, no Catar, quando foi derrotado na final pelo número um do mundo, Novak Djokovic. No entanto, no primeiro Grand Slam do ano, foi derrotado na estreia pelo compatriota Fernando Verdasco

Começando a temporada de saibro, o espanhol caiu nas semifinais do ATP 250 de Buenos Aires, na Argentina, ao perder para o jovem austríaco Dominic Thiem, que viria a ser o campeão. Na semana seguinte, foi eliminado na semifinal do Rio Open por Pablo Cuevas do Uruguai - que também conquistaria o troféu. No primeiro Masters 1000 do ano, foi finalista em Indian Wells, na Califórnia, e foi derrotado novamente por Djokovic. Na sequência, em Miami se retirou na estreia diante do bósnio Damir Dzumhur

No mês seguinte, teve início o primeiro torneio da série Masters no saibro, superfície favorita de Nadal. Em Monte Carlo, o tenista da Espanha já possuía oito títulos e, por isso, era um dos principais favoritos. Como cabeça de chave número cinco, o espanhol começou o torneio de 2016 de forma surpreendente: enquanto jogava cada vez melhor e ganhava confiança, seu principal adversário, Djokovic caiu na estreia para o tcheco Jiri Vesely.

Sem perder sets até à semifinal, Nadal acumulou vitórias sobre o britânico Aljaz Bedene, o austríaco Dominic Thiem e o cabeça de chave número quatro e atual campeão de Roland Garros, Stan Wawrinka da Suíça. Na semifinal, virou o jogo contra o vice-líder do ranking da ATP, Andy Murray da Escócia, por 2/6 6/4 e 6/2. Já na final, teve trabalho, mas bateu o surpreendente francês Gael Monfils em três sets, com parciais de 7/5 5/7 e 6/0.

"É um prazer estar de volta e jogar para vocês todos" disse em meio às lágrimas. O título, além de dar confiança ao maior campeão de Roland Garros, traz esperança aos seus fãs, visto que Nadal parece finalmente ter se acostumado à nova raquete e encontrado sua melhor forma depois de anos abaixo. 

Nadal celebra conquista em Monte Carlo/ Foto: Jean Catuffe/ Getty Images
Nadal celebra conquista em Monte Carlo/ Foto: Jean Catuffe/ Getty Images

Entre os dias 22 de maio e cinco de junho ocorre o segundo Grand Slam do ano em Paris. A melhor cobertura de Roland Garros você acompanha na VAVEL Brasil