Novak Djokovic vira contra Nishikori e está na final do Masters 1000 de Roma

Número um do mundo venceu tenista japonês por dois sets a um para enfrentar Murray na final do torneio italiano

Novak Djokovic vira contra Nishikori e está na final do Masters 1000 de Roma
Djokovic em ação na capital italiana/ Foto: NurPhoto/ Getty Images
Novak Djokovic
2 1
Kei Nishikori

Neste sábado (14), o sérvio Novak Djokovic venceu Kei Nishikori do Japão por dois sets a um, com parciais de 2/6 6/4 e 7/6, em três horas e um minuto de jogo. Com a vitória, o líder do ranking da ATP e atual campeão do torneio está na final do Masters 1000 de Roma, na Itália.

O adversário de Djokovic na decisão deste domingo será o escocês Andy Murray. O número três do ranking da ATP bateu na semifinal o jovem francês Lucas Pouille com extrema facilidade. Em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1, em apenas 59 minutos de partida, o tenista da Escócia venceu o 52º colocado no ranking da ATP para ir à final.

Kei Nishikori começou o jogo superior ao número um do mundo, que errava muito. Enquanto Djoko conquistou apenas 11 pontos em seu saque e não conseguiu salvar nenhum break point, o japonês ganhou a maioria dos pontos e se salvou em todas ocasiões que teve o serviço ameaçado. Com as duas quebras de vantagem, Nishikori venceu o set por 6/2.

Na segunda parcial, Djokovic equilibrou a partida. Com cada tenista confirmando seu game de saque, o set seguia parelho até que, no sexto game, quando o japonês sacava, o líder do ranking da ATP encaixou ótimas devoluções para abrir 4/2. Logo no game seguinte de saque de Nishikori, Djokovic pressionou novamente o saque do adversário e mais consistente no fundo de quadra, conquistou outro break para empatar o jogo com 6/4.

Melhor na partida, o sérvio começou a terceira e decisiva parcial com uma quebra à frente. Mantendo o ritmo, confirmou seu saque facilmente e depois de quebrar o adversário, abriu 4/1. Quando o jogo parecia perdido, Nishikori começou a arriscar cada vez mais no fundo de quadra. Com ótimas bolas, conquistou duas quebras para empatar o set em 4/4. Empatados em 6/6, a decisão foi para o tiebreak. Mais consistente no fundo de quadra, Djokovic fechou em 7/5.

O atual campeão do torneio é líder do ranking da ATP, Novak Djokovic da Sérvia. Na decisão de 2015, o sérvio venceu Roger Federer da Suíça por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/3.

Entre os dias sete e 15 de maio de 2016 ocorre o Masters 1000 de Roma, na Itália. O torneio distribui 1000 pontos no ranking da ATP, além de mais de quatro milhões de euros de premiação. Em busca do título estiveram Novak Djokovic da Sérvia, Andy Murray da Escócia, Roger Federer da Suíça, Stan Wawrinka também da Suíça, Rafael Nadal da Espanha, Kei Nishikori do Japão, Tomas Berdych da República Tcheca e David Ferrer da Espanha.