Stan Wawrinka tem dificuldades, mas vence Rosol e avança a segunda rodada de Roland Garros

Atual campeão, precisou empatar o jogo duas vezes e de virada para garantir a classificação em parciais de 4/6, 6/1, 3/6, 6/3 e 6/4

Stan Wawrinka tem dificuldades, mas vence Rosol e avança a segunda rodada de Roland Garros
Foto: Getty Images
Stan Wawrinka
3 2
Lukas Rosol

Nesta segunda (23) houve o segundo dia de jogos de Roland Garros, que contou com a estreia do atual campeão, número 4 do mundo e cabeça de chave número 3 do torneio, Stan Wawrinka. Que enfrentou o theco Lukas Rosol, número 59 do mundo e não teve vida fácil. Teve que jogar cinco sets na estreia e em alguns momentos parecia que ia ser eliminado logo de cara. Esteve por duas vezes atrás no placar e teve que virar o jogo para sair com a classificação a segunda rodada e agora enfrenta o japonês Taro Daniel na segunda rodada do torneio.

O jogo começou de forma surpreendente com o theco imprimindo ritmo forte e contando com erros do suíço que não costumam ocorrer. E após efetuar a quebra, Lukas Rosol não vacilou, seguiu jogando bem até o final do set com Stan Wawrinka melhorando um pouco. Porém nada que intimidasse demais e assim, Rosol, venceu o set por 6/4 e abriu 1-0 no jogo.

Já no segundo, as coisas mudaram drasticamente. O número 4 do mundo voltou a jogar boa parte do seu melhor tênis e o número 59 sucumbiu, jogou mal e permitiu ser quebrado várias vezes. Dessa forma, o equilibro visto na primeira etapa foi embora e o cabeça de chave número 3 do torneio venceu por 6/1 e empatou a partida.

No terceiro set, a gangorra do jogo prosseguiu, dessa vez o suíço que voltou a jogar mal e o tcheco bem. Assim Lukas abriu 3/0 e encaminhou a vitória no set, depois disso houve uma leve reação de Stan, mas nada que assustasse. Assim Rosol seguiu apenas confirmando seus serviços para vencer o set em 6/3 e ficar à um set da classificação.

No quarto, as coisas voltaram a sorrir para Wawrinka e ele não perdeu a oportunidade. Apesar do set começar bem equilibrado, com games longos e parecer que ia longe, as coisas mudaram no final do set. Rosol aparentou estar nervoso e Stan soube lhe dar com isso, se aproveitando dos erros para devolver o 6/3. Empatando novamente a partida e levando o jogo para o quinto e decisivo set.

E nele, o equilíbrio voltou a tomar conta da quadra e apesar da quebra no inicio do set, Wawrinka não levou o resto do set com tranquilidade. Rosol mostrou porque levou o jogo tão longe, e voltou a jogar bem, impondo dificuldades e vendendo cara, a derrota. Que ao final do set foi inevitável, já que seu adversário não permitiu ser quebrado e assim, o atual campeão chegou a segunda rodada, vencendo o set por 6/4.