Em jogo de cinco sets, Tsonga vence Isner e avança em Wimbledon

Depois de um quinto set longo, o francês despachou o gigante americano por três sets a dois com parciais de 6/7, 3/6, 7/6, 6/2 e 19/17

Em jogo de cinco sets, Tsonga vence Isner e avança em Wimbledon
Photo: Getty Images/Jordan Mansfield

Jo-Wilfried TsongaJohn Isner protagonizaram até o momento o jogo mais longo e emocionante de Wimbledon em 2016. O francês, 12° do mundo, venceu nesse domingo (2), o americano de 2,08 de altura, 17° do ranking da ATP, por três sets a dois com parciais de 6/7, 3/6, 7/6, 6/2 e 19/17 em quatro horas e vinte e cinco minutos de jogo.

Lembrando que Isner em 2010 em Wimbledon esteve no jogo mais longo da história, quando venceu o Nicolas Mahut por três sets a dois com parciais de 6-4, 3-6, 6-7(7), 7-6(3) e 70-68 em impressionantes onze horas e cinco minutos de partida.

A partida iniciou no sábado (2), com um Isner bem no saque como sempre, conseguindo superar o francês no tie break e fazendo um a zero na partida. O americano seguiu bem na partida enquanto Tsonga parecia estar fora de quadra. Novamente o americano foi incisivo e fechou a segunda parcial em 6/3 e abriu dois a zero.

Na terceira parcial o francês conseguiu equilibrar o duelo, e novamente tivemos um tie break na partida. Dessa vez quem levou a melhor foi Tsonga, que fechou o set e diminuiu o placar antes do jogo ser adiado.

O jogo seguiu nesse domingo com um Tsonga renovado e mais solto em quadra. E pela terceira vez tivemos um tie break na partida. Aproveitando os erros de Isner, o francês não deu chances e fechou o tie em 7-3 e empatou a partida em dois a dois.

O quinto set foi uma verdadeira batalha. Depois de duas horas e oito minutos de set, e uma chance de quebra para o americano, Tsonga conseguiu vencer Isner por 19 a 17 em um set que parecia interminável, e com isso carimbou sua vaga nas oitavas do torneio.

Jogo foi marcado por um grande número de aces, com 38 anotados pelo americano e 21 pelo francês. Na próxima rodada Tsonga irá enfrentar o seu compatriota, Richard Gasquet, 10° do mundo, que derrotou o espanhol Albert Ramos, 36º do ranking da ATP, por três sets a um com parciais de 2/6, 7/6 (7/5), 6/2 e 6/3.