Serena Williams bate Kerber e conquista seu 22º título de Grand Slam

Junto de Steff Grafi com 22 títulos, Williams atinge a marca ao levantar seu sétimo troféu de Wimbledon superando Angelique Kerber na final

Serena Williams bate Kerber e conquista seu 22º título de Grand Slam
Serena conquista seu heptacampeonato em Wimbledon (Foto: AdamPretty/GettyImages)
Serena Williams
2 0
Angelique Kerber

Serena Williams é heptacampeã em Wimbledon. Neste sábado (9), a norte-americana número um do mundo superou na grande final a alemã Angelique Kerber (#4) em sets diretos, parciais de 7-5/6-3, em 1h21 de partida. Serena se "vingou" do vice-campeonato no Australian Open deste ano, onde Angelique se sagrou campeã, com uma grande vitória em um belo confronto proporcionado pelas duas na quadra central do All England Club.

Sem perder sets em Wimbledon ainda, Kerber veio confiante para a decisão contra Serena, mas, como é de costume para aquelas que enfrentam a norte-americana, Angelique já teve que lidar com as inúmeras bolas vencedoras de Williams desde o início e chegou a salvar três break points logo no segundo game, que teve quatro igualdades disputadas.

A partir daí o jogo se equilibrou, Kerber melhorou seu primeiro saque e já confirmava com mais facilidade seu serviço, mas ainda não chegava a ameaçar o serviço de Serena. A alemã passou a pressionar a norte-americana apenas no sétimo game, quando Angelique começou a variar seu jogo e a movimentar Serena no fundo de quadra. Mas ainda assim o confronto seguiu empatado.

Jogo disputado e com ambas proporcionando boas trocas de bola e belas jogadas. Os pontos mais longos poderiam ser uma "arma" poderosa para Kerber contra Serena, porém, a norte-americana se mostrou mais paciente neste confronto e foi assim que ela conquistou a quebra no 12º game. Com 6-5 para si no placar, Williams teve calma para fechar o primeiro set no saque da alemã após 47 minutos.

Em clima amistoso, Serena e Kerber rasgaram elogios entre si em seus discursos (Foto: CliveBrunskill/GettyImages)
Em clima amistoso, Serena e Kerber rasgaram elogios entre si em seus discursos (Foto: CliveBrunskill/GettyImages)

No início da segunda parcial, Kerber retomou seu jogo e deixou de lado a ansiedade, que a havia desconcentrado no último game. Um cenário semelhante ao do primeiro set pôde ser visto em quadra novamente com as tenistas trabalhando bem seus games e confirmando seus serviços. Angelique foi ter sua primeira e única chance de quebra no sétimo game, mas não obteve sucesso.

Serena reagiu no game seguinte e saiu de 40-15 para quebrar pela segunda vez o serviço de Kerber e alcançar uma boa vantagem com 5-3. A norte-americana precisou de três saques poderosos e um voleio, que fechou a partida, para levantar seu sétimo título de Wimbledon e se proclamar a segunda maior ganhadora de títulos de Grand Slam da história.

Em seu caminho até a decisão, Serena Williams estreou contra a suíça Amra Sadikovic (#148), superou sua conterrânea Christina McHale (#65) na rodada seguinte, venceu a alemã Annika Beck (#43) na terceira rodada e confrontou três russas em seguida, Svetlana Kuznetsova (#14) nas oitavas, Anastasia Pavlyuchenkova (#23) nas quartas de final e, a um passo da final, encarou Elena Vesnina (#50).