Em Xangai, Simon surpreende e vence Wawrinka

Simon reverte resultado, e consegue iguala melhor marca da carreira no torneio

Em Xangai, Simon surpreende e vence Wawrinka
Foto: Getty Images
Stanislas Wawrinka
0 2
Gilles Simon

Nesta manhã de quinta-feira (13), o atual número 3 do ranking da ATP, Stanislas Wawrinka foi eliminado pelo francês Gilles Simon (#32) em um duplo 6/4, a partida teve duração de 1h36.

Wawrinka começou melhor, logo de cara abriu um 3/1 no placar, como de costume relaxou. Gilles Simon surpreendentemente levou os quatro games seguintes, abrindo 5/4 e sacando para o set, no seu serviço, abriu 40/0 e fechou com muita tranquilidade.

No segundo set, "Stan The Man" mostrou que até "o homem" tem dias ruins, hoje era um deles para Stan Wawrinka. Simon sem nenhum tipo de dificuldade abriu 3/0, Wawrinka chegou a empatar em um raro momento de ápatia do francês, porém, em seguida Simon abriu mais dois de vantagem e praticamente liquidou a fatura.

Com a vitória, Simon iguala a sua melhor marca no torneio, chegando as quartas de final como fez em 2014 onde foi derrotado por Thomas Berdych (#9), em um jogo de três sets, com parciais 7/6, 4/6 e 6/0.

Na próxima fase, o tenista francês enfrentará o americano Jack Sock (#31). Jack é o melhor americano no ranking da ATP e surpreendendo Raonic na terceira rodada, conseguiu a sua melhor marca no Masters 1000. 

Dos jogos das quartas de final, com toda certeza essa é a mais inesperada. Nem o seu fã mais otimista imaginaria que o desprestigiado Gilles Simon bateria o suíço Wawrinka e voltaria a uma posição de destaque como uma qualificação às quartas de um Masters 1000. Se Simon busca reviver os seus melhores momentos no circuito, o jovem americano de 25 anos, Jack Sock bateu Milos Raonic (#6) parece próximo de se consolidar como a grande esperança americana no circuito.

No ranking: Até o fim da temporada, o suíço número três do mundo não corre risco de perder posição, apenas pode tomar o segundo lugar de Andy Murray (#2), porém, essa semana nada muda para ele. Já Gilles Simon caso bata o americano Sock, ultrapassará 4 tenistas, sendo eles Pablo Carreño Busta (#31), John Isner (#30), Viktor Troicki (#29) e o esloveno Martin Klizan (#28).