De pai para filho: Bernadinho e Bruninho buscam a consagração

Juntos, eles têm a oportunidade de faturar a medalha de ouro na olimpíada do Rio

De pai para filho: Bernadinho e Bruninho buscam a consagração
Foto: Divulgação/ FIVB

Bernado Rocha de Rezende, 58 anos de idade, técnico e maior vencedor da história da seleção masculina de vôleibol; detentor de cinco medalhas olímpicas, sendo uma de ouro, conquistada em Atenas; duas de prata, e duas de bronze. Bruno Mossa de Rezende, jogador e levantador da seleção brasileira de vôlei; no seu currículo, apenas uma medalha de prata, conquistada em Londres 2012. Ou simplesmente Bernadinho e Bruninho.

Juntos, eles tem o grande privilégio de faturar o ouro nos jogos olímpicos do Rio. Melhor cenário, impossível. Foi ali no maracanãzinho que tudo começou, quando Bernadinho iniciou sua trajetória no esporte como jogador em 1979, ajudando a alavancar a modalidade no cenário nacional. 

Logo em seguida, iniciou sua trajetória como treinador, após passagens pela seleção feminina, assumiu o comando do time masculino em 2001. São 15 anos de sucesso, e muitos títulos no currículo. Se tornou o principal treinador da história da seleção brasileira, e uma das grandes personalidades do esporte nacional.

Bruninho, de 30 anos de idade, começou sua carreira como jogador no unisul, em 2004. Com o passar do tempo foi evoluindo, até chegar na seleção brasileira em meados de 2007. Desde então, diversos títulos com a amarelinha ao lado do pai. De contestado no início, ele se tornou o principal levantador brasileiro dos últimos anos.

 Quando o assunto é seleção brasileira de vôlei, a relação entre pai e filho é deixada de lado. O profissionalismo de ambas as partes é a chave do sucesso, e sinônimo de títulos. Bruninho contextualizou a rotina em entrevista: "Sou um deles. Lá dentro não tem pai e filho. Ele é técnico, o chefe que vai cobrar e exigir", salientou. Ele garante que as críticas que recebe nas redes sociais são deixadas de lado, e o que importa é a confiança do grupo: "O mais importante é o grupo, o sentimento que eles têm em relação a mim. Será que eles têm confiança de chegar no capitão e falar? Vejo muito mais isso hoje em dia", finalizou.

A chance de conquistar o ouro em casa é a principal motivação da seleção. Bernadinho e Bruninho, pai e filho, treinador e jogador.  Eles estarão juntos na final que acontece no próximo domingo (21), a partir das 13h15, o jogo ocorre no místico maracanãzinho, e você pode acompanhar tudo aqui na VAVEL Brasil