Egito vira sobre a Alemanha e estreia com vitória no Vôlei Sentado

Chegando a estar perdendo por 2 sets a 0, seleção africana cresce nos últimos sets e consegue virar a partida

Egito vira sobre a Alemanha e estreia com vitória no Vôlei Sentado
Foto do duelo entre Egito e Alemanha (Foto: Alexandre Vidal)
Egito
3 2
Alemanha

Parecia que a Alemanha, um dos destaques no cenário europeu do Vôlei Sentado, iria conseguir estrear com vitória e confirmar seu favoritismo na partida, disputada no Pavilhão 6 do RioCentro, Porém, os europeus não esperavam que após construírem uma boa vantagem e chegarem bem perto de fechar o jogo por 3 sets a 0, os egípcios iriam buscar forças e virar o duelo, fechando-o com parciais de 18/25, 21/25, 25/22, 25/14 e 15/7. 

Egito e Alemanha fazem parte do grupo do Brasil, que ainda conta com os Estados Unidos. Considerado um grupo mais fraco, se comparado ao outro, onde estão os dois favoritos ao ouro (Bósnia e Hezergovina e Irã), é impossível prever quais serão os classificados para a fase final da competição. Com a vitória sobre os norte-americanos, o Brasil surge como o principal favorito à vaga após a primeira rodada, e pode encaminhar a classificação já no próximo duelo, onde enfrentará o Egito. 

Alemanha começa avassaladora, mas Egito vira e domina os últimos sets

No primeiro set, desde o início a Alemanha abriu vantagem e se manteve à frente no placar. Em alguns momentos, os egípcios esboçaram uma reação, mas nunca conseguiram diminuir para menos de dois pontos a vantagem alemã, que apenas cadenciou o placar e aproveitou seus ataques para fechar o set por 25/18. O destaque fica por conta de Jurgen Schapp, que fez pontos decisivos em sequência e ajudou a fechar o set. 

Já no segundo set, os africanos mostraram que seriam um adversário complicado e se mantiveram à frente no placar durante quase todo o set. Porém, novamente na reta final os europeus emplacaram uma ótima sequência de pontos e conseguiram fechar mais uma vez, por 25/21, abrindo uma boa vantagem de 2 sets a 0.

O terceiro set foi o retrato do que estava por vir. Jogando pela vida, os africanos chegaram a estar perdendo por 22 a 18, mas buscaram a virada de forma heróica. Abouellkhir e Abouelyazeid foram decisivos e ajudaram o Egito a fechar o set por 25/22, e a partir daí não mais perderam o controle da partida. 

O quarto set e o tie break foram de superioridade incontestável dos egípcios. Os europeus parecem ter sentido o baque da recuperação do adversário e apenas os assistiram buscar a virada, que chegou a parecer impossível. Com parciais de 25/14 e 15/7, o Egito fechou a partida, conquistou a vitória e deu um belo passo rumo à classificação.