Gabi revela mudança de postura do Rexona-Sesc após final do Carioca: "Serviu de lição"

Eleita a melhor da partida, Gabi foi destaque na tranquila vitória do Rexona-Sesc contra o Fluminense

Gabi revela mudança de postura do Rexona-Sesc após final do Carioca: "Serviu de lição"
(Foto: Divulgação/CBV)

O reencontro entre Rexona-Sesc e Fluminense teve final diferente do Campeonato Carioca. Se no mês passado terminou com triunfo tricolor, não podemos dizer o mesmo na abertura da Superliga. Na noite desta terça-feira, as decacampeãs nacionais atropelaram por 3 sets a 0 (25/21, 25/19 e 25/17). Eleita a melhor da partida, Gabi elogiou suas companheiras e comentou sobre a consistência da equipe no primeiro jogo da competição.

"Fico muito feliz com a nossa vitória, jogamos diferente das finais do Carioca. A equipe foi mais consistente, nossas centrais funcionaram muito bem hoje e conseguimos melhorar a defesa. Temos muita coisa para evoluir, cometemos alguns erros bobos, mas acho que um 3 a 0, fora de casa, na estreia, está bom. Agora é crescer o conjunto na Superliga", comentou.

Após a partida, Renata Colombo, atleta do Fluminense, conversou com a VAVEL e elogiou o bloqueio de sua adversário. Aproveitando o gancho, Gabi também comentou sobre esse fator que considerou diferencial na partida, responsável por anotar mais de 1/3 dos pontos do Rexona-Sesc nesta noite.

"Nosso bloqueio é um dos nossos poderios de jogo. Nossas centrais bloquiam muito bem, nós estamos evoluindo cada vez mais e é o nosso diferencial. Hoje funcionou muito bem e ficou mais fácil para trabalhar"

E o fantasma da final do Campeonato Carioca parece não ter atrapalhado as jogadoras do Rexona-Sesc, pelo contrário. Segundo Gabi, o vice-campeonato serviu de lição e motivação à equipe para não repetir os erros durante a Superliga. A jogadora lamentou também a atitude de alguns torcedores do Fluminense que foram desrespeitosos durante a partida.

"Vamos usar aquela final do Carioca como lição para toda a Superliga, para saber que não podemos cometer erros bobos. A gente sabia que hoje o clima ia ser parecido. Teve um torcida, alguns desrespeitosos, outros não, porque sabemos que são vindos do núcleo do futebol. Desviamos disso, focamos no nosso trabalho e saímos com a vitória", finalizou.

Rexona-Sesc enfrenta o Valinhos na próxima rodada da Superliga. Duelo será no Tijuca Tênis Clube, na próxima quinta (3), às 21h45. Já o Fluminense enfrenta o Rio do Sul na próxima sexta (4), às 20h, no Hebraica.