Tondela x FC Porto: Forte, mas não o suficiente

Depois do empate com o Copenhaga, Nuno Espírito Santo garantiu que o FC Porto estava focado na partida com o Tondela. Focado esteve, e até pontuou, mas a verdade é que acabou por dívidir os pontos com a equipa de Petit.

Tondela x FC Porto: Forte, mas não o suficiente
O FC Porto empatou a zeros com o Tondela| Foto: Mais Futebol

O FC Porto não foi além de um empate a zeros na visita desta tarde a Tondela. A equipa de Nuno Espírito Santo volta a escorregar no Campeonato e apesar do técnico ter garantido que o empate com o Copenhaga estava esquecido, a verdade é que as inúmeras tentativas não se concretizaram e os pontos acabaram divididos. 

Mudar para concretizar 

Para o jogo desta tarde, o treinador azul e branco fez entrar Brahimi, Ruben Neves, Depoitre, André André  e Boly para o onze inicial.  Ficaram de fora Marcano, Oliver, Danilo, Herrera e Corona... O Porto estava preparado para lidar com o autocarro à frente da defesa, restava ver jogar. 

Já Petit fez o que pôde. O jogo arrancou e a verdade é que desde muito cedo o factor físico se mostrou presente em muitos dos lances de disputa de bola. 

Brahimi foi uma das entradas no onze inicial | Foto: Mais Futebol
Brahimi foi uma das entradas no onze inicial | Foto: Mais Futebol

Os dragões estavam em controlo, mas até ao intervalo, a verdade é que o que se viu foi um sem número de tentativas falhadas por parte do ataque azul e branco... 

André André, André Silva, Depoitre e Rúben Neves foram o espelho deste FC Porto com muita parra e pouca uva. No entanto, os primeiros 45 minutos não têm muito que contar... Faltou cabeça fria aos pupilos de Espírito Santo, mas na segunda parte tudo podia mudar, ou pelo menos era assim que se esperava. 

Mais do mesmo 

Apesar de o intervalo ter feito muito bem no que diz respeito à organização do ataque portista, a verdade é que em nada resultou. Do lado contrário esteve a calma e o mérito da organização defensiva do Tondela a negar todos os lances de possível mudança no marcador. 

Nuno Espírito Santo ainda trocou Otávio por Corona e fez entrar Adrian para o lugar de Depoitre, mas os resultados não se mostraram muito diferentes. 

A tentativa estava lá, a vontade estava lá, mas a verdade é que a falta de sorte, a falta de pontaria e Cláudio Ramos também lá estavam. Contas feitas? O FC Porto não foi além de um empate a zeros. 

Com este resultado, os Dragões somam 10 pontos, os mesmos que Benfica e Braga que só jogam amanhã, e o Tondela, apesar de somar o 2º ponto em 5 jogos, não consegue sair da linha de água.