No Paraguai, Ronaldinho é preso com passaporte falso
Foto: Reprodução/Embratur

Segundo a jornalista esportiva Soledad Franco, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi preso no Paraguai na última quinta-feira (4) com um passaporte falso do Paraguai.

A jornalista informa que, segundo o Ministro do Interior, Euclides Acevedo, os documentos encontrados são realmente adulterados. Uma prova disso é na foto que estará abaixo na matéria, a nacionalidade do ex-atleta é colocada com paraguaio naturalizado.

Em 2018, Ronaldinho e seu irmão, Assis, tiveram seus passaportes apreendidos por uma falta de pagamento de um processo por dano ambiental, dívida essa que chegava em oito milhões e meio de reais. A Justiça os condenou em 2015.

Em 11 de setembro de 2019, Ronaldinho e Assis chegaram à um acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul para um pagamento de seis milhões de reais para terem seus passaportes de volta, mas após isso nada mais foi noticiado.

Em setembro do ano passado, mesmo com seu passaporte retido, Ronaldinho foi nomeado embaixador do turismo do Brasil.

Segundo o jornalista Santiago González, os fiscais ordenaram que Ronaldinho fique no hotel onde está, sob custódia policial e amanhã de manhã será levado para dar um depoimento.

Seguiremos atualizando conforme as informações aparecerem.

VAVEL Logo