Com boa atuação coletiva, Clippers vence Grizzlies
Chris Paul e Mike Conley, no duelo de armadores, melhor para o all-star (Foto:Reprodução/ESPN)

Na noite deste sábado (20), o Memphis Grizzlies foi até a Califórnia enfrentar o Los Angeles Clippers, no segundo jogo do dia na conferência oeste - primeiro da série entre as equipes que, na temporada passada, protagonizaram uma eletrizante disputa em 7 jogos nesta mesma fase. O Clippers venceu o jogo por 112 a 91, e abriu 1 a 0 na melhor de sete jogos. 

Conhecido pela forte defesa e pelo jogo de garrafão, o Grizzlies não conseguiu mostrar nenhum dos dois no primeiro quarto. A equipe cedeu 29 pontos e os pivôs Marc Gasol e Zach Randolph anotaram apenas cinco pontos somados. Pelo lado mandante, destaque para o ala Caron Butler e para o armador Chris Paul, que anotaram nove e sete pontos, respectivamente, em um quarto que terminou 29 a 21 para os donos da casa.

Sem suas duas principais armas, o Memphis foi obrigado a utilizar o jogo de perímetro, ponto fraco da equipe, mas Bayless com 9 pontos pode contribuir e equilibrar o jogo, até a equipe se estabelecer no garrafão. Randolph e Gasol combinaram para 15 pontos, mas continuavam com péssimo desempenho nos rebotes e na defesa. O Clippers anotou 28 pontos no período, com destaques para Jamal Crawford e Chauncey Billups, que retornou de lesão. Com o placar de 30 a 28 para Memphis no quarto, os donos da casa foram para o intervalo com vantagem de oito pontos.

O terceiro período foi dominado pelas defesa. Nenhum time conseguia converter os arremessos, exceto Crhis Paul, que chamou a responsabilidade e anotou 9 dos 18 pontos de Los Angeles no quarto. Quando a defesa do Grizzlies finalmente se encaixou, foi a vez do ataque se perder, marcando apenas 18 pontos, o que fez com que a vantagem para o último período fosse de seis pontos para os angelinos.

Com Randolph pendurado muito cedo por culpa das faltas, Memphis continuava sofrendo com a falta de rebotes. Nos minutos iniciais do último período, parecia que teríamos um jogo equilibrado, já que com dez minutos, Dooling colocou bola de três e deixou a diferença em apenas um ponto. Depois disso, Memphis ficou três minutos sem pontuar e, após uma sequência de 7 a 0, a diferença voltou para casa dos oito pontos. O armador Eric Bledsoe fez três cestas consecutivas nesse período decisivo. A última tentativa desesperada do Grizzlies foi um pequeno "hack-a-Deandre Jordan", também sem sucesso. Mesmo Blake Griffin tendo sido ejetado do jogo com seis faltas, faltando três minutos, o Clippers não teve dificuldades para manter a vantagem e obter a vitória, sacramentada com uma bola de três do armador Chris Paul. 

Destaques do jogo: 

Chris Paul (LAC): 23 pontos, 7 assistências, 2 roubos. 7-11FG, 6-6FT.

Eric Bledsoe (LAC): 15 pontos, 6 rebotes, 4 assistências. 7-7FG. (Reserva).

Caron Butler (LAC): 13 pontos e 7 rebotes.

Jerryd Bayless (MEM): 19 pontos. (Reserva).

Marc Gasol (MEM): 16 pontos, 7 assistências.

VAVEL Logo