Acordo sai e Kings continuará em Sacramento
O negócio sairá por cerca de U$ 535 milhões (Foto: AP)

Nesta sexta-feira (17), foi encerrada a polêmica envolvendo o Sacramento Kings, e com final feliz para a torcida da franquia da capital californiana. Dois dias depois de ser vetada a ida do Kings para Seattle, os Maloofs, ex-donos da franquia, acertaram a sua venda para um grupo de investidores liderados por Vivek Ranadive mantendo, assim, o Kings na cidade.

O valor total do Kings no negócio ficará em torno de U$ 535 milhões e os Maloofs receberão cerca de U$ 348 milhões pela venda de 65% da franquia. A princípio, a família Maloof tinha um acordo, com outro grupo de investidores liderados por Chris Hansen, que deixaria o valor total em U$ 635 milhões, aumentando assim o lucro dos Maloofs em U$ 90 milhões e levaria a franquia para Seattle. Entretanto, na última quarta-feira (15), uma votação entre os donos das franquias da liga vetou, por 22 a 8, a possibilidade de uma mudança de cidade.

Com isso, Seattle continua sem uma franquia depois da mudança do SuperSonics (atual Thunder) para Oklahoma City, mas o futuro segue indefinido. O comissário da liga David Stern não descartou uma possível expansão da liga, que 'daria' uma nova franquia à cidade em 2014, outra possibilidade seria a compra do Milwaukee Bucks.

VAVEL Logo