Heat e Spurs preparados para o segundo jogo
Tony Parker e Lebron James, o duelo mais esperado da noite (Foto: Reprodução / NBA)

Neste domingo (09), o Heat recebe novamente o Spurs pelo segundo jogo da Final da NBA. O time de San Antonio conseguiu “roubar” o mando de campo ao vencer o primeiro jogo e ganhar o segundo seria praticamente decidir o confronto a seu favor. E o time de Miami sabe disso. Alguns especialistas dizem que James tem que ser mais agressivo, outros que não basta apenas que “The King” jogue, mas Wade e Bosh tem que melhorar bastante seus desempenhos. E por fim, tem aqueles que dizem que a chave da vitória é a defesa sobre o armador francês Tony Parker.

No primeiro jogo, cinco jogadores do Spurs passaram dos 10 pontos, e Parker e Tim Duncan ultrapassaram a marca dos 20. Do outro lado, no Heat ninguém chegou aos 20 pontos e apenas quatro superaram os 10. E mesmo assim, Lebron chegou ao seu décimo triple-double em playoffs com 18 pontos, 18 rebotes e 10 assistências.

No primeiro duelo, Tim Duncan errou os seus cinco primeiros arremessos e estava visivelmente incomodado pela defesa do Heat que o tirava de sua zona de conforto. Mas quando o técnico Erik Spoelstra colocou o agressivo Chris Andersen para marca-lo, surpreendentemente seu jogo melhorou.

O tradicional feito pelo técnico do Heat nas outras séries de playoff dessa temporada não deu certo dessa vez, então ele teve dois dias para montar uma forma de parar tanto Duncan quanto Parker.

Do lado do Spurs, a vantagem parece ser confortável mesmo com a derrota neste domingo. Um empate por 1 a 1 e com três jogos seguidos no Texas podem levar a  equipe ao título. Com isso, alguns afirmar que a Greg Popovich poderia relaxar um pouco na segunda partida já que seus principais jogadores já passaram da faixa dos 30 anos, mas é pouco provável que isso ocorra.

Para a imprensa, o Heat não parece preocupado. Durante o período após a primeira partida, foram divulgados vídeos dos jogadores parecendo tranquilos e se preparando normalmente para esse segundo confronto.

 E a cabeça de LeBron James?

Todos se lembram da primeira Final em que Lebron James e o Cleveland Cavaliers enfrentaram o Spurs em 2007. Naquela ocasião, o ala foi muito criticado e sua equipe acabou sendo varrida por um doloroso 4-0. Então, ele sabe mais que ninguém que ir a San Antonio com uma desvantagem de 2-0 é praticamente impossível de reverter.

É claro que comparar o Lebron de hoje com o de seis anos atrás é cruel. Ele claramente evoluiu seu jogo fisicamente, tecnicamente e, principalmente, mentalmente. Aliás, a mente de James é uma das chaves apontadas para o sucesso do Heat nessa Final.

Mas, apesar de ser o principal nome da série, Lebron não joga sozinho. E vem à tona aquela máxima que “um homem só não vence campeonatos”. Por isso, ele deve contar com o apoio de Wade e Bosh para vencer, mas além disso com as bolas certeiras de Ray Allen e Mario Chalmers e a potência de Andersen.

Do lado do Spurs, Duncan e Parker terão a defesa de Leonard, as bolas de três de Green e a decisão de sempre de Manu Ginobili.

É A FINAL. O momento que todos esperam. Todos querem ser vistos. Todos querem ver o espetáculo. E o começo da partida será às 21h (horário de Brasília) e todos poderão acompanhar através de VAVEL.

VAVEL Logo