Miami Heat se impõe no fim, vence sétimo jogo e é bicampeão da NBA
Big Three confirma seu reinado na NBA: dois títulos em três anos de parceria (Foto:Reprodução/ESPN)

Depois de sete longos, equilibrados e históricos confrontos, o Miami Heat se impôs sobre o San Antonio Spurs e conquistou seu terceiro título de NBA da história, o segundo consecutivo. Depois de três períodos equilibrados, com alternância na liderança do placar a todo momento, a precisão de LeBron James e Shane Battier, a determinação de Dwyane Wade e as fracas partidas de Danny Green e Tony Parker foram determinantes para o bicampeonato de Miami.

AS DECEPÇÕES

Tim Duncan foi muito na bem na partida, conseguiu outro double-double com 24 pontos e 12 rebotes mas faltando um minuto para o fim, quando a vantagem do Miami era de um ponto, Duncan sobrou marcado por Battier, usou o tamanho pra se desfazer da marcação mas errou uma bandeja fácil, ainda lutou pelo rebote mas Chris Bosh ficou com ela. Duncan se irritou muito com o lance que deixou o Heat com a mão na vitória.  Já Tony Parker não conseguiu ter uma atuação decisiva para a equipe. Foram apenas dez pontos e quatro assistências, ficando com a bola menos tempo na mão e acertando só três dos arremessos tentados. Com isso, Danny Green teve mais tempo com a posse e também não foi bem, com apenas um acerto em doze tentativas.

A SURPRESA

Pouco mais de um ano depois de ter anotado 17 pontos em dois jogos seguidos nas finais contra o Thunder, Shane Battier voltou a brilhar. Pouco utilizado no ataque na série até então, Battier anotou seis bolas de três em sete tentativas, terminou com 18 pontos e foi fundamental para a vitória.

A SUPERAÇÃO

Com dores nos dois joelhos, Dwyane Wade era dúvida para a partida e com uma série inconstante até aqui, seu possível desempenho no jogo sete era uma incógnita. Mas Wade mostrou porque foi o MVP das finais de 2006, anotou 23 pontos com arremessos bem controlados, pegou dez rebotes e foi, novamente, o fiel escudeiro de LeBron James. Wade chega a seu terceiro título de NBA e vai cravando seu nome na história da NBA.

O SALVADOR

Ray Allen trocou o Boston Celtics pelo Miami Heat no começo da temporada com o intuito de brigar pelo título e não decepcionou. Anotou uma das cestas mais marcantes da campanha vitoriosa do Heat, salvando o jogo seis e dando à equipe uma chance no jogo sete. Conquistou seu segundo título na liga.

O MVP

Mais uma vez atuando como o melhor jogador do mundo, LeBron James ajustou seu jogo contra uma defesa que, para proteger o aro, dava mais liberdade ao camisa 6 no perímetro e foi fatal. James arremessou dez bolas de três, convertendo cinco delas, anotou os oito lances livres que tentou e terminou o jogo 37 pontos, 4ª maior marca na história de jogos sete de finais. Com 25.3 pontos, quase 11 rebotes e 7 assistências por jogo, LeBron James conquistou seu segundo MVP das finais consecutivo e se uniu a Michael Jordan e Bill Russell como os únicos na história a conseguirem MVP, MVP das finais e título em dois anos consecutivos. Além disso LeBron James disparou na lista dos pontuadores em jogos 7 na história e agora é líder com 34.4 pontos.

San Antonio Spurs

STARTERS MIN FGM-A 3PM-A FTM-A OREB DREB REB AST STL BLK TO PF +/- PTS
Tim Duncan, PF 43 8-18 0-0 8-8 4 8 12 2 4 1 3 4 +2 24
Kawhi Leonard, SF 45 8-17 1-4 2-4 4 12 16 0 1 1 2 2 -8 19
Tony Parker, PG 37 3-12 0-0 4-4 0 0 0 4 3 0 2 1 -4 10
Manu Ginobili, SG 35 6-12 2-5 4-4 0 3 3 5 0 0 4 4 +6 18
Danny Green, SG 36 1-12 1-6 2-2 1 4 5 0 2 1 2 3 0 5
BENCH MIN FGM-A 3PM-A FTM-A OREB DREB REB AST STL BLK TO PF +/- PTS
Boris Diaw, C 13 2-2 1-1 0-0 2 1 3 1 0 0 0 2 -18 5
Tiago Splitter, C 4 1-2 0-0 0-0 0 0 0 0 2 0 0 1 -6 2
Gary Neal, PG 26 2-7 1-3 0-0 1 3 4 1 0 0 1 2 -7 5
TOTALS FGM-A 3PM-A FTM-A OREB DREB REB AST STL BLK TO PF PTS
31-82 6-19 20-22 12 31 43 13 12 3 14 19 88

Pontos no contra-ataque:   8
Points no garrafão:   48
Erros totais do time (Pontos de erros):   15 (20)

Miami Heat

STARTERS MIN FGM-A 3PM-A FTM-A OREB DREB REB AST STL BLK TO PF +/- PTS
LeBron James, SF 45 12-23 5-10 8-8 3 9 12 4 2 0 2 2 +8 37
Chris Bosh, C 28 0-5 0-1 0-0 3 4 7 2 0 1 2 5 +1 0
Mario Chalmers, PG 40 6-15 1-7 1-4 0 0 0 2 2 0 4 3 +9 14
Mike Miller, SG 19 0-5 0-4 0-0 0 2 2 0 2 0 0 2 -5 0
Dwyane Wade, SG 39 11-21 0-0 1-2 1 9 10 1 1 2 4 0 -2 23
BENCH MIN FGM-A 3PM-A FTM-A OREB DREB REB AST STL BLK TO PF +/- PTS
Udonis Haslem, PF 2 0-0 0-0 0-0 0 0 0 0 0 0 0 2 -5 0
Chris Andersen, PF 19 1-1 0-0 1-2 3 1 4 0 0 1 1 2 +11 3
Shane Battier, SF 29 6-8 6-8 0-0 1 3 4 1 1 0 0 1 +12 18
Ray Allen, SG 20 0-4 0-2 0-0 0 4 4 4 0 0 3 2 +6 0
TOTALS FGM-A 3PM-A FTM-A OREB DREB REB AST STL BLK TO PF PTS
36-82 12-32 11-16 11 32 43 14 8 4 16 19 95

Pontos no contra-ataque:   5
Points no contra-ataque:   24
Erros totais do time (Pontos de erros):   16 (16)

 Faltas Flagrantes: nenhuma
 Faltas técnicas: nenhuma
 Arbitragem: Dan Crawford, Monty McCutchen, Scott Foster
 Público: 19,900
 Tempo de jogo: 2:37

VAVEL Logo