Bolas de três fazem a diferença e Spurs largam na frente na final da NBA

O San Antonio Spurs saiu na frente na grande final da NBA nessa quinta feira (05) ao vencer o Miami Heat em casa por 110 a 95.  Pelo placar final do jogo, pode até se pensar que foi uma vitória tranqüila, porém o time da casa sofreu muito com altos e baixos durante o jogo. O Heat, por sua vez, perdeu muito nos minutos finais com a ausência de LeBron James, que não pôde atuar por causa de uma cãibra muscular na perna.

A noite começou com um fator inusitado. O ginásio dos Spurs teve um problema na alimentação de energia do ar condicionado e toda a partida foi jogada num calor que chegou aos 31 graus Celsius. Contudo, no início do jogo os dois times não mostraram nenhum desconforto, e como era de se esperar em uma final, o equilíbrio marcou os doze primeiros minutos. Graças a um ótimo período do veterano ala-pivô Tim Duncan, que acertou todos os quatro arremessos que tentou no quarto, os Spurs terminaram o primeiro período vencendo por 26 a 20. 

No segundo quarto, a partida ficou ainda mais igual, com os dois times tendo um aproveitamento maior que 50% nos arremessos de quadra. Cada equipe teve um destaque do banco de reservas. Pelo lado dos donos da casa, o argentino Manu Ginobili acertou as três primeiras bolas de 3 que tenou além de distribuir 5 assistências. Pelo Heat, Ray Allen não deixou por menos e anotou a mesma quantidade de cestas de longa distância.  Miami venceu o quarto por 29 a 28, mas foi para o intervalo perdendo por 54 a 49.

Na volta do intervalo, a partida mudou drasticamente. Os donos da casa voltaram cometendo uma série de erros no ataque. Foram ao total 9 desperdícios durante todo o terceiro período, algo raro para a equipe de San Antonio. O Heat soube aproveitar a brecha e anotou várias cestas fáceis no contra ataque,  vencendo o terceiro quarto por 29 a 20, indo para o último período com uma liderança por 78 a 74.

O jogo perdeu um pouco da velocidade no quarto final, provavelmente por conta do calor. E quem acabou mais sofrendo com isso foi LeBron, que, apesar dos esforços da comissão técnica, ficou desidratado e sentiu uma cãibra muscular na perna e não pôde mais voltar ao jogo. Os Spurs, que já tinham virado o placar com duas cestas de três seguidas de Danny Green, souberam aproveitar a fragilidade do Heat nos minutos finais e ampliaram o placar, anotando uma corrida de 31 a 9 nos últimos nove minutos de partida. O time da casa teve um aproveitamento de 52% na linha de três pontos e venceu por 110 a 95. Com a vitória, os Spurs abrem 1 a 0 na final melhor de sete jogos, e tentarão ampliar a vantagem no domingo (08), quando disputam o segundo jogo da série, novamente em casa. 

Destaque dos Spurs

Manu Ginobili – 16 pontos e 11 assistências (5/10 nos arremessos de quadra, 50%)

Tim Duncan – 21 pontos e 10 rebotes (9/10 nos arremessos de quadra, 90%)

Destaques do Heat

Lebron James – 25 pontos (9/17 nos arremessos de quadra, 52%)

Ray Allen – 16 pontos (6/12 nos arremessos de quadra, 50%)

VAVEL Logo