São José/Unimed vence Flamengo em casa e força jogo 5 no Novo Basquete Brasil
Foto: Arthur Marega/São José Desportivo

Nesta quinta-feira o São José/Unimed venceu o Flamengo por 81 a 76, pela partida de número quatro na série, no ginásio Lineu de Moura novamente lotado e vai decidir o confronto de quartas de final do Novo Basquete Brasil apenas no quinto e derradeiro jogo, a ser realizada no Rio de Janeiro na próxima terça-feira. Com 21 pontos de Jimmy Baxter e 18 de Caio Torres, os joseenses ainda se destacaram no número de assistências 22 em 28 cestas e nos rebotes, 41 a 30 contra o Flamengo. Do lado carioca veio o cestinha da partida, Marquinhos anotou 26 pontos sendo 10/10 da linha do lance livre. A partida viu apenas 1 único jogador que arremessou a cesta e não marcou pontos, o armador Gege, que errou até os 2 lances livres que cobrou.

O jogo começou pegado em São José com Baxter e Laws juntos anotando 18 pontos e um aproveitamento perfeito dos donos da casa nos chutes de 2 pontos (11/11) mas o Flamengo teve em Meyinsse com 8 pontos e Marquinhos com 6 seu antídodo para a boa partida joseense. Os últimos 3 minutos de São José foram muito bons com Renan dando assistência,toco e ainda pegando rebotes que ajudaram na construção da vantagem em 5 pontos ao fim do primeiro quarto.

O Flamengo começou o segundo quarto com a mão quente e abriu 12 a 4 em corrida após cesta de 3 com Herrmann e virou o jogo nos primeiros quatro minutos, obrigando Zanon a pedir tempo e arrumar a defesa joseense. Depois do tempo São José voltou melhor pontuando com Dede e Caio e ainda pegou rebotes forçando Neto a pedir tempo com o jogo empatado em 40 a 40. Laws sofreu falta de Benite, incluindo técnica, converteu os 3 lances livres e Drudi complementou ataque quando Marcelinho desperdiçou a bola abrindo 45 a 40 no intervalo. São José fez 18 cestas de quadra e distribuiu 15 assistências durante o primeiro tempo

Até os 3 minutos finais do terceiro quarto o jogo era Marquinhos contra o time inteiro de São José. O ala rubro-negro começou a cavar faltas e marcou 6 pontos da linha do lance livre. Quem eclipsava o camisa 11 eram Jimmy Baxter, Caio Torres e principalmente o ala-pivô Drudi convertendo seus 3 arremessos de 2 pontos tentados no período, abrindo 10 pontos em dado momento que foi a maior diferença pró São José no jogo. Marquinhos ainda descontou para 8 no estouro do relógio em tiro longo.

No período derradeiro o rubro-negro entrou tentando virar o placar e não conseguiu. O melhor momento foi na corrida de 8 a 1 que obrigou Zanon a pedir tempo. Dedé voltou anotando 3 pontos, o Flamengo respondeu com Laprovittola e empatou o jogo. A equipe joseense abriu 5 a 0 em corrida, Meyinsse anotou 3 pontos e tentou correr atrás. A partida foi decidida apenas nos segundos finais quando Jimmy Baxter cozinhou o cronometro e bateu para dentro por cima de Meyinsse e marcou a cesta que abria 4 pontos de vantagem, 80 a 76 quando Marquinhos não estava em quadra pela equipe visitante. Neto ainda parou o jogo, desenhou jogada e pediu faltas mas o Flamengo não somou mais pontos na partida.

VAVEL Logo