Guia VAVEL do Final Four da Euroliga 2014/15: Olympiacos
(Foto: MarcelloNeves/Editoria de Arte VAVEL)

O Olympiacos Piraeus B.C é um dos clubes mais tradicionais da Europa. Sendo o segundo maior vencedor do basquete grego, atrás apenas do Panathinaikos, além de ser detentor de três títulos da Euroleague. Depois de uma excelente fase nos anos 90, com a conquista do pentacampeonato grego e de sua primeira taça europeia, promovendo o encontro contra o Chicago Bulls de Michael Jordan, o Olympiacos voltou a ter grande destaque nacional em 2008/09, chegando ao Final Four após 10 anos.

A torcida dos Reds é uma das mais fanáticas de toda Europa, dificultando muito a vida de quem quer que jogue na Peace and Friendship Stadium. Esse é o 4º Final Four que os gregos disputarão nos últimos 4 anos, sendo bicampeões em 2011/12 e 2012/13, e agora buscam o quarto título de sua história.

O Comandante

Giannis Sfairopoulos construiu sua carreira principalmente como assistente técnico, principalmente no PAOK da Grécia, onde auxiliou os treinadores por 8 anos, também fez parte da comissão da Grécia entre 2001 e 2004, além de ser assistente no próprio Olympiacos entre 2005 e 2008.

Nessa temporada embora não tenha conseguido vencer a Copa da Grécia, Giannis classificou o Olympiacos para o Final Four da Euroleague, além de terminar a fase de classificação em 1º lugar no Campeonato Grego e estar atualmente nos playoffs das quartas-de-final.

Caminho para o Final Four

A história do Olympiacos nessa Euroleague começa em 16 de outubro de 2014, num grupo relativamente fraco, se comparado a outros, e estreou batendo o Valencia fora de casa, logo depois se classificando na primeira posição do Grupo D, com 8 vitórias e 2 derrotas, sem perder nenhum jogo em seus domínios. No Top 16, a equipe pegou um grupo bastante complicado, com CSKA e Fenerbahce, e não foi tão brilhante, porém se classificou na 3ª posição com 10 vitórias e 4 derrotas.

Na série decisiva de playoffs, os gregos tinham o Barcelona pelo caminho, e pela classificação, não tinham o mando de quadra, mas isso não impediu que roubassem o mando de quadra, no segundo jogo em Barcelona, e trouxessem a decisão para sua arena, onde Georgios Printezis acertou uma bola no estouro do cronômetro, e credenciou os Reds a mais um Final Four.

O Craque

O nome que faz o ginásio grego pulsar é certamente o de Vassilis Spanoulis, o veterano armador da seleção grega coleciona diversos títulos no basquete europeu, e inclusive teve uma passagem pela NBA, atuando pelo Houston Rockets em 2006/07. O ídolo grego já vestiu o verde do rival Panathinaikos, mas foi no Olympiacos que Spanoulis se sagrou bicampeão europeu, sendo MVP da competição e das finais, naquela temporada de 2012/13 que com toda certeza foi a melhor de sua vida.

A importância de Spanoulis para o time vai muito além da figura de um ídolo e da experiência para os mais jovens, o armador é o cestinha do Olympiacos na Euroleague, com médias de 14.9 pontos e 5.7 assistências por jogo. Sua presença em quadra costuma refletir diretamente na equipe, e o técnico Giannis Sfairopoulos sabe que precisa do atleta em quadra para conquistar esse título.

Fique de olho

Sendo um dos poucos remanescentes do bicampeonato europeu, Gergios Printezis é uma das principais armas de Sfairopoulos para ganhar a Europa. O ala-pivô de 30 anos, iniciou a carreira no próprio Olympiacos, sendo uma das sensações jovens do basquete europeu, depois foi draftado pelo San Antonio Spurs, e acabou trocado para algumas equipes, mas não chegou a disputar a NBA. Retornou aos Reds em 2011 e foi o responsável pelo arremesso certeiro que deu o título da Euroleague sobre o CSKA no mesmo ano.

Com médias de 12.2 pontos e 4.8, é um dos mais importantes jogadores do elenco, fundamental para finalizar as partidas. Decidir jogos aliás, está no sangue de Printezis, ele foi o cestinha da equipe grega nos playoffs contra o Barcelona, inclusive acertando novamente um arremesso no estouro do cronômetro, que classificou o Olympiacos ao Final Four.

VAVEL Logo