Em noite de homenagens, Philadelphia 76ers bate Lakers e vence a primeira na temporada
Foto: Divulgação/NBA

Foi uma noite de homenagens e bastante emoção em Filadélfia. Antes do jogo, Kobe Bryant - que anunciou que irá se aposentar no fim da temporada - foi homenageado. Apesar de ser grande ídolo do Lakers, é um dos maiores jogadores da história da liga - é o terceiro maior cestinha da história, e tem forte ligação com Filadélfia, pois é sua cidade-natal. Outro grande jogador da história da liga também foi homenageado: Moses Malone, falecido em setembro, teve sua camisa aposentada em tributo que teve a presença de um grande companheiro seu na década de 80: Julius Erving, ou "Dr. J". Em quadra, o Philadelphia 76ers venceu o Los Angeles Lakers por 103 a 91 e conquistou sua primeira vitória na temporada.

Nascido em Filadélfia, Kobe Bryant foi homenageado antes do jogo. Na apresentação dos jogadores do Lakers, antes de ter seu nome anunciado, o locutor da arena Wells Fargo Center lembrou dos grandes feitos da carreira do Black Mamba, como ter conquistado cinco vezes o título da NBA, ter sido duas vezes MVP das finais e uma vez MVP da temporada, ter sido selecionado 17 vezes para o All-Star Game e ser o terceiro maior cestinha da história da liga. Após isso, seu nome foi ecoado no ginásio e os torcedores foram à loucura.

Confira no vídeo abaixo a homenagem para Kobe Bryant:

Todos suspeitavam de que esta poderia ser a última temporada de Kobe Bryant. Tanto é que nos jogos do Lakers contra o Brooklyn Nets e New York Knicks, ambos em Nova York, o astro foi homenageado. Contra o Knicks, Bryant fez seu último jogo num dos maiores palcos do basquete americano, o Madison Square Garden, onde ele conseguiu grandes feitos.

Após o anuncio da aposentadoria, a procura pelos ingressos para a partida contra o 76ers - e para os outros jogos do Lakers no restante da temporada - aumentou. Todos querem ver os últimos passos e cestas de Kobe. Principalmente por ser cria de Filadélfia, o carinho do povo local por Bryant é muito grande. O camisa 24 têm boas lembranças em Filadélfia, onde já conquistou um título da NBA sobre o próprio 76ers, em 2001, e no All-Star Game realizado na cidade, em 2002, quando foi eleito o MVP.


Mas a noite não foi de homenagens só para Kobe Bryant. O falecido Moses Malone, ídolo do 76ers e um dos maiores pivôs da história da NBA, também foi homenageado e teve sua camisa de número #2 aposentada.

Moses Malone faleceu em setembro vítima de um ataque cardíaco. A noite de tributo à Moses Malone teve a presença da lenda Julius Erving, ou “Dr. J”, companheiro de Malone no 76ers campeão da temporada 1982/1983, homenagens à família do ex-jogador e ao legado deixado por ele como atleta da franquia durante o intervalo de jogo e pôsteres distribuídos aos 15.000 primeiros torcedores que chegaram.

Kobe faz 16 pontos e Lakers vai para o intervalo na frente

A grande homenagem para Kobe o deixou mais confortável ainda no jogo. Logo no começo do jogo, ele acertou três bolas de três pontos seguidas e levou a torcida à loucura. Mas, se de um lado Kobe estava bem, do outro lado o 76ers tinha Canaan inspirado também. Ele também acertou três bolas de três no começo do jogo e contribuiu pra equipe da casa chegar a botar quatro pontos de frente.

Mas a reação do 76ers parou quando Randle começou a pontuar. O ala-pivô do Lakers anotou 6 pontos e ajudou os visitantes vencerem o período. Kobe Bryant fechou o primeiro quarto de jogo com 13 pontos e o Lakers vencia por 33 a 26.

O segundo quarto foi marcado por muitos erros nos chutes de quadra, mas o Lakers conseguiu administrar a vantagem mesmo assim. Vale destacar a atuação de Covington, do 76ers, que fez oito pontos no período. Kobe só fez uma cesta de três pontos e foi para o intervalo com 16 pontos e o Lakers vencendo por oito: 58 a 50.

76ers domina e conquista sua primeira vitória

O Philadelphia voltou melhor do intervalo e buscou o resultado. A defesa do Lakers sofria com Covington que já havia chegado à marca de 20 pontos no jogo. Do lado do Lakers, o único que parecia ter voltado ligado para o jogo era Clarkson, que fez os primeiros 12 dos 17 pontos da equipe no terceiro quarto, chegando à 16 pontos no jogo.

O domínio do 76ers foi grande. Mesmo na hora da rotação, Noel e Grant tomaram conta da situação e a equipe da casa foi para o último período vencendo por cinco: 80 a 75.

Através de suas jóias, o Lakers tentava se manter no jogo. Clarkson carregou a equipe durante todo o terceiro quarto e D'Angelo Russell começou comandando as ações da equipe no último quarto. Entretanto, as bolas de três pontos do 76ers estavam caindo e chegaram a abrir 14 pontos de vantagem há 7:20 minutos do fim do jogo.

O 76ers conseguiu abrir grande vantagem e complicou o Lakers, que pareceu que ia buscar uma reação quando conseguiu cortar a vantagem pra oito pontos graças às bolas de três pontos de Clarkson e Russell. Mas o Lakers seguiu errando constantemente no ataque e o Philadelphia aproveitou para matar o jogo em 103 a 91.

Destaques do jogo:

- Philadelphia 76ers

#33 Robert Covington: 23 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

#39 Jerami Grant: 14 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

#8 Jahlil Okafor: 12 pontos, 5 rebotes e 2 assistências

- Los Angeles Lakers

#24 Kobe Bryant: 20 pontos, 5 rebotes e 2 assistências

#30 Julius Randle: 12 pontos, 11 rebotes e 2 assistências

#6 Jordan Clarkson: 19 pontos, 4 rebotes e 5 assistências

VAVEL Logo