Na despedida de Kobe do All-Star Game, Westbrook é eleito MVP e Oeste vence Leste com recorde
Foto: Divulgação/NBA

Na despedida de Kobe do All-Star Game, Westbrook é eleito MVP e Oeste vence Leste com recorde

Armador do Oklahoma City Thunder foi o destaque do Oeste no triunfo sobre o Leste. LeBron James conseguiu superar Kobe Bryant como maior cestinha da história do All-Star Game. O Black Mamba foi homenageado antes da bola subir e quando deixou a quadra no fim do jogo em Toronto. Jogo teve recorde de pontos

rodrigodacosta
Rodrigo da Costa

Na noite deste domingo (14), aconteceu o tão esperado Jogo das Estrelas, principal evento do NBA All-Star Game. Pela primeira vez realizado fora dos Estados Unidos, em Toronto, no Canadá, o jogo marcou a despedida de Kobe Bryant do evento. A equipe da Conferência Oeste ganhou da Leste por 196 a 173, com Russell Westbrook, armador do Oklahoma City Thunder, sendo eleito o MVP após anotar 31 pontos, 8 rebotes e 5 assistências. A partida marcou o recorde de pontos na história do All-Star Game. Paul George anotou 41 pontos pelo Leste e foi o destaque da equipe, ficando uma cesta de bater o recorde de Wilt Chamberlain, de 42 pontos, feito em 1962.

LEIA MAIS: NBA All-Star Game: relembre grandes momentos de Kobe Bryant

Antes do jogo, Kobe Bryant foi diversas vezes homenageado. Na apresentação dos jogadores, o Black Mamba teve uma entrada especial e foi o mais ovacionado. Após a realização dos hinos dos Estados Unidos e do Canadá, cantados por Ne-Yo e Nelly Furtado, novo tributo foi realizado para o camisa 24, com direito a discurso de Magic Johnson, maior ídolo dos Lakers.

Foi o último All-Star Game de Kobe Bryant. São 18 participações, o segundo com mais na história, atrás de Kareem Abdul-Jabbar que tem 19. O Black Mamba anotou apenas 10 pontos e aumentou sua marca no All-Star para 290 pontos, porém foi superado por LeBron James como o maior cestinha do evento com 291 pontos (Mais informações sobre a história de Kobe Bryant no All-Star Game clique no link acima).

Oeste vira no fim do segundo período e vai para o intervalo com vantagem

Desde o início do jogo os jogadores deram show de arremessos e acrobacias. Do lado do leste, Paul George esbanjava categoria com arremessos de três pontos e enterradas. Do outro lado, a dupla do Oklahoma City Thunder, Westbrook e Durant, mostravam entrosamento com bastantes tabelas e pontes aéreas.

Um pouco apagado, Curry teve apenas 50% de aproveitamento em seus arremessos, sendo apenas um acerto de cinco tentativas da linha de três pontos. Vale destacar também que o armador fez algo que não costuma fazer: enterrar.

Kobe Bryant começou devagar. Logo no começo, sofreu falta mas só converteu um dos dois lances livres. Porém, o camisa 24 participava bastante com rebotes e assistências. Pouco antes de ser substituído, acertou um de seus clássicos fadeaway.

Quando os reservas entraram em quadra, vale destacar as atuações de Anthony Davis e James Harden da equipe do Oeste, e John Wall, Andre Drummond e DeMar DeRozan do Leste. Todos esses citados se destacaram com pontos, mas apenas um se destacou vindo do banco sem ser com pontuação: Chris Paul. Em nove minutos deu nove assistências. Assim como Curry, seus companheiros Draymond Green e Klay Thompson combinaram cinco pontos e estavam apagados.

No retorno dos titulares na metade final do segundo período, as bolas de três pontos e enterradas dominaram o jogo. Kobe Bryant chamou a atenção ao marcar sua primeira bola de três pontos e o encontro contra LeBron James e Carmelo Anthony, tendo êxito apenas contra o último.

Kawhi Leonard anotou sete pontos em dois minutos e foi para o intervalo como cestinha do Oeste com 13 pontos. Durant e Kobe ficaram com 10 pontos cada um. O cestinha do jogo até o intervalo foi Paul George, com 16. LeBron James e o Kyle Lowry foram para o descanso com 11.

Foto: Divulgação/NBA
Foto: Divulgação/NBA

Oeste mantém domínio e vence com Westbrook MVP

Apagado no primeiro tempo, Stephen Curry começou o segundo tempo com suas bolas de três pontos caindo. Porém, do lado da equipe do Leste, Paul George estava em noite inspirada, indo descansar na metade do terceiro período com 32 pontos. Pouco antes de ser substituído, LeBron James conseguiu superar Kobe Bryant como o maior cestinha do All-Star Game por apenas um ponto. 

Os reservas entraram em quadra para a metade final do terceiro período. Chamou a atenção as atuações de Chris Paul, que passou dos dois dígitos de assistências e Anthony Davis que liderava a equipe do Oeste com 24 pontos ao final do terceiro período, e John Wall que liderava o banco do Leste com 19 pontos, além de ser o segundo com mais pontos na equipe, atrás de George com 32.

No quarto período, o time do Oeste começou muito superior e aumentou a vantagem para 20 pontos de diferença. James Harden com 23 pontos foi o grande destaque do banco desta vez.

Os titulares retornaram a quadra e Russell Westbrook voltou a roubar a cena. O armador do OKC terminou o jogo com 31 pontos, 8 rebotes e 5 assistências, sendo eleito o MVP do jogo pelo segundo ano seguido, feito que não acontecia desde quando Bob Pettit, na década de 60, conseguiu o back-to-back. Kobe Bryant deixou a quadra restando um minuto para o fim e foi ovacionado, inclusive pelos jogadores que foram abraçá-lo. 

Com 41 pontos, Paul George ficou a uma cesta de superar os 42 pontos de Wilt Chamberlain em 1962, recorde do Jogo das Estrelas. A marca de George é a segunda maior da história do All-Star Game. Mas, apesar da grande atuação, o Leste terminou derrotado pela quinta vez nos últimos seis anos.

Destaques do jogo

- Conferência Oeste

#0 Russell Westbrook: 31 pontos, 8 rebotes e 5 assistências

#30 Stephen Curry: 26 pontos, 5 rebotes e 6 assistências

#35 Kevin Durant: 23 pontos, 5 rebotes e 7 assistências

- Conferência Leste

#13 Paul George: 41 pontos e 5 rebotes

#10 DeMar DeRozan: 18 pontos

#2 John Wall: 22 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

VAVEL Logo

    Basquete Notícias