Spurs vencem Pelicans em noite de homenagens a Tim Duncan
Foto: Divulgação/NBA

Foi uma noite de fortes emoções em San Antonio. Em quadra, os Spurs venceram os Pelicans por 113 a 100, mas depois da partida a noite ficou marcada pela homenagem a Tim Duncan. O maior ídolo da franquia teve a camisa de número 21 aposentada neste domingo (18).

Vice-líder da Conferência Oeste, o San Antonio Spurs chegou a 22ª vitória na temporada e continua na caça ao líder Golden State Warriors. Já os Pelicans possui uma das piores campanhas da liga com 20 derrotas em 29 partidas.

Spurs domina primeiro tempo e abre vantagem

O primeiro período foi bastante equilibrado. Os visitantes comandados por Alexis Ajinca e o novato Buddy Hield deixaram a equipe viva e com desvantagem pequena, mas a técnica dos Spurs deixaram a equipe na liderança por 30 a 26.

No segundo período, os Spurs melhoraram o ataque e a defesa e aproveitaram a inconsistência dos Pelicans, conseguindo assim aumentar a vantagem e venceram o período por 31 a 23, indo para o intervalo na frente por 12 pontos.

Spurs aumenta vantagem no terceiro quarto e vence Pelicans

Com grande vantagem e diante de um dos piores times da liga, os Spurs voltou do intervalo mais tranquilo e continuou aumentando o placar. Quase que o resultado do segundo período foi repetido no terceiro quarto (vitória por 31 a 22). Manu Ginobili, com 17 pontos, foi o destaque do time no período. Tony Parker, com 12 pontos e seis assistências, também tinha boa atuação.

Com mais de 20 pontos de vantagem no placar, os Spurs relaxaram no último quarto quando os reservas atuaram por quase todo o tempo. Os Pelicans conseguiram vencer o último período por 29 a 21, mas não era o suficiente.

Homenagem a Tim Duncan

Após a vitória sobre o Pelicans, a noite ainda não tinha terminado no AT&T Center, no Texas. Os times saíram de quadra, mas entrou nela o maior ídolo da franquia: Tim Duncan. O ex-ala-pivô foi recebido por Popovich, Parker e Ginobili, com quem trabalhou por 19 anos.

Numa cerimônia de gala, os torcedores puderam, enfim, dar adeus a Tim Duncan e homenageá-lo, já que ele anunciou a aposentadoria após a eliminação nos playoffs contra o Oklahoma City Thunder, em Oklahoma.

"Ele sempre quis vencer. Mas fora de quadra ele sempre se importou com os outros", disse Tony Parker durante o discurso.

Popovich, Ginobili e Parker na cerimônia de homenagem a Tim Duncan (Foto: Divulgação/NBA)

Além de ouvir palavras de seus ex-companheiros Parker e Ginobili, e do seu ex-treinador Popovich, Duncan também ouviu seu técnico da época de faculdade, Dave Odom. O ex-ala-pivô esteve acompanhado de sua família durante a cerimônia.

Popovich falou sobre o legado deixado por Duncan nestes 19 anos de dedicação ao Spurs. O treinador chegou na franquia em 1996, um ano antes do ex-ala-pivô ser draftado. Popp foi o único treinador de Timmy durante sua carreira na NBA. Por fim, entre lágrimas, Duncan agradeceu a todos.

"Obrigado, San Antonio. Obrigado", disse.

Duncan foi cinco vezes campeão da NBA, três vezes eleito o MVP (Jogador Mais Valioso) da final e duas vezes o MVP da temporada, foi eleito o Melhor Novato do Ano (Rookie of The Year), 15 vezes All-Star e uma vez MVP do All-Star Game, e é o maior cestinha da história do San Antonio Spurs com 26,496 pontos (14º na história da NBA). Com todo esse currículo, teve sua camisa de número 21 aposentada.

A camisa 21 de Duncan foi aposentada (Foto: Divulgação/NBA)
VAVEL Logo